O transporte público em Berlim

Eu já falei sobre a experiência de pedalar em Berlim aqui, e também comentei que desde que vim pra cá eu não dirijo e não sinto a menor falta. Hoje eu mostro outro meio de locomoção disponível na cidade: o transporte público, que é de qualidade!

Em Berlim você acha ônibus, trem, metrô, e bondes, e essas quatro opções são suficientes pra você ir para os locais mais distantes da cidade sem precisar de um carro.

IMG_20161223_130755_888.jpg

O bonde, também conhecido como Tram – esse da foto é uma versão mais antiga, mas muito fofo (eu adoro os Trams kkkkk)

Além disso, utilizar o transporte público daqui é muito simples: basta comprar um ticket compatível com a sua necessidade, e embarcar. Ele pode ser para um viagem de curta distância, bicicletas, estudantes, turismo, para um dia inteiro, um mês, ou você pode comprar um pacote anual. Geralmente o ticket comprado vale para todos os meios de transporte da cidade.

Outra coisa que acho muito interessante é que aqui não existem catracas para acessar o transporte público. Você simplesmente compra seu ticket em uma máquina, em seguida você o valida em um aparelho que marca a data e hora do momento (sendo que alguns tickets não precisam de validação), e pronto, pode entrar no transporte público. A única “exceção” para essa regra é o ônibus, onde você deve mostrar seu ticket para o motorista.

BeFunky Collage.jpg

Da esquerda pra direita: a máquina onde o ticket é vendido (há opções de compra em inglês e outras línguas), o aparelho de validação, e um ticket diário já validado

Porém, atenção! O fato do transporte público não possuir catracas não significa que não há fiscalização. Ela existe e normalmente é realizada por fiscais à paisana. Quando você menos espera, uma pessoa com a aparência de um passageiro saca um crachá, uma maquininha, e sai pedindo pra ver os tickets das pessoas e, em caso de irregularidade, você será multado em 60 euros.

DSC_0386

Sem catracas, você entra e sai de boa

Fora o que citei acima, para facilitar ainda mais a vida de quem anda por aqui, existem pelo menos 2 apps que mostram os melhores caminhos utilizando o transporte público berlinense, fora que o próprio Google já faz isso. Basta acessar mapas, colocar seu local e destino, clicar em “rotas” e depois no ícone do bonde/ ônibus (nunca sei de qual deles é o ícone kkkkkk alok), e pronto, você terá não só o melhor caminho para chegar em um determinado local usando o transporte público, bem como você terá o horário preciso no qual ele irá passar.

Por falar nisso, via de regra o transporte público daqui é bem pontual. Nas estações de trem, bonde e metrô há sempre um painel eletrônico mostrando qual a direção dele e quanto tempo falta para ele chegar (na ocasião de obras na estação o painel pode ser trocado por um papel com os horários). Já no caso dos ônibus, há sempre uma plaquinha nos pontos mostrando os horários nos quais eles passam.

DSC_0851

No canto esquerdo superior da foto dá pra ver o painel eletrônico que identifica a linha do metrô e o horário que ele passa

Claro que a Alemanha é um país, e não um paraíso. Atrasos acontecem, e transporte lotado também, porém, mesmo assim, acho tudo muito tranquilo. Os preços são justos, a maioria esmagadora das pessoas é super educada, e mesmo que um transporte atrase ou não apareça por alguma razão, há sempre uma alternativa (exemplo, o trem não vai passar por causa de uma reforma nos trilhos, então um ônibus faz a rota dele).

Conclusão: com a minha bicicleta velha e esse transporte público super eficiente, só Deus sabe quando eu vou dirigir novamente (já já faz um ano desde que sentei no banco do motorista pela última vez, vou fazer um bolinho pra comemorar kkkk).

Gostaram do post? Curtam, comentem, compartilhem! 😀 Tem algum tema que vocês querem que eu aborde aqui no blog? Se sim, digam nos comentários, ou entrem em contato comigo pelas minhas redes sociais! Querem ver meu dia-a-dia aqui na Alemanha mais de perto? É fácil, me sigam no Instagram: viviancreder. 🙂

Beijão pra vocês :*

Vivi.

 

Resenha batom Essence Metal Shock Lipstick

A resenha de hoje é sobre um batom que causou uma certa polêmica quando postei uma foto com ele: afinal, ele é rosa ou vermelho?

IMG_20170630_151547_496.jpg

Eu acho que é vermelho, será que sou daltônica? Hahahaha

A Essence está com uma linha de batons metálicos, coisa que aparentemente está voltando a ser tendência após a longa onda dos batons matte, chamada Metal Shock Lipstick. Foram lançadas 8 cores, e eu comprei a de número 3 (Ace of Hearts) por 2,95 euros na (adivinha) DM.

IMG_1586 (2).jpg

IMG_1590 (2).jpg

Vamos ver o que a marca diz sobre o produto (como sempre em tradução livre para o português):

Os batons cremosos deixam os lábios brilhando em cores wow – intensas com um efeito metálico.

A composição dele é a seguinte:

POLYBUTENE, DIISOSTEARYL MALATE, TRIDECYL TRIMELLITATE, HYDROGENATED POLYDECENE, POLYETHYLENE, SYNTHETIC FLUORPHLOGOPITE, OCTYLDODECYL STEAROYL STEARATE, HYDROGENATED COCO-GLYCERIDES, CERA MICROCRISTALLINA (MICROCRYSTALLINE WAX), OCTYLDODECANOL, MICA, TOCOPHEROL, LECITHIN, ASCORBYL PALMITATE, GLYCERYL STEARATE, TIN OXIDE, GLYCERYL OLEATE, SILICA, CITRIC ACID, CI 15850 (RED 7 LAKE), CI 45380 (RED 22 LAKE), CI 77491 (IRON OXIDES), CI 77891 (TITANIUM DIOXIDE)

Os batons dessa linha vêm em embalagens bem simples na cor preta, com um detalhe cromado no meio, próximo da tampa.

IMG_1592 (2).jpg

Tanto na bala, quanto na pele, o batom me pareceu um tom de vermelho mais frio com partículas metálicas, porém o próprio site da DM o define como rosa (mas na minha cabeça ele ainda é vermelho hahaha).

IMG_1594 (2).jpg

Como alguém pode achar que isso é rosa? Kkkkkkkkk

A textura dele nos lábios é bastante confortável e sua durabilidade é ok. Ele transfere um pouco, mas ainda não vi um batom que não saísse minimamente da boca após uma refeição, por exemplo.

IMG_1600 (2).jpg

Sobrou batom na boca após o teste de transferência

Achei que valeu o investimento, pois o custo benefício foi ótimo. O batom é super barato, tem uma cor bem bonita, e fixação digna, portanto, recomendo!

Para mais informações, aqui está o site da Essence já na página do batom resenhado, e aqui está o site da DM com os preços e outras cores dessa linha.

Gostaram do post? Curtam, comentem, compartilhem! 😀 Tem algum produto que vocês gostariam que eu resenhasse? Se sim, digam nos comentários, ou entrem em contato comigo pelas minhas redes sociais! Querem ver meu dia-a-dia aqui na Alemanha mais de perto? É fácil, me sigam no Instagram: viviancreder. 🙂

Beijão pra vocês :*

Vivi.

A East Side Gallery

Muitos já estão familiarizados com a história do Muro de Berlim – sobre a qual me aprofundarei aos poucos em posts futuros – e sobre o lado artístico daqui, que aflora através de roupas, tatuagens, galerias, museus, e arte de rua.

IMG_1665 (2)

A East Side Gallery.

Uma dessas manifestações é a East Side Gallery, a maior galeira de arte ao ar livre do mundo, possuindo 1.316 metros. Ela surgiu em 30.09.1990, após a queda do Muro de Berlim, quando 118 artistas de 21 países pintaram partes remanescentes dele com os mais diversos temas, que exaltavam a reunificação do país, e o fim da guerra fria.

IMG_1664 (2).jpg

Liberdade!

Em 2009 a região passou por uma grande reforma que custou 2 milhões de euros. Por isso, os artistas que haviam pintado o muro previamente foram convidados para participar de tal renovação. Fontes oficiais falam que foi assim que a galeria foi “recriada”.

 

IMG_1695 (2).jpg

Tem até o Batman na galeria 😀

A reforma foi necessária pois há um forte trabalho de preservação das artes expostas na East Side Gallery, especialmente por parte dos artistas que deixaram seus trabalhos lá. Infelizmente, é comum ver pessoas pichando, arrancando pedaços, escalando, e colocando os pés no muro para fazer fotos e vídeos.

IMG_1689 (2).jpg

O menino tá cabisbaixo depois de ter sido rabiscado hahahah.

Contudo, deve-se lembrar que a East Side Gallery é um grande conjunto de pinturas que foram feitas em um local histórico. De acordo com as autoridades, se tais comportamentos se perpetuarem, a galeria acabará nos próximos anos (neeeeeeeein).

IMG_1680 (2).jpg

Rapaz vendendo sua arte em frente ao muro.

A galeria fica localizada na Mühlenstraße, e é aberta 24 horas, com visitação gratuita. Lá, é possível encontrar também um museu sobre o Muro de Berlim, e um quiosque vendendo souvenir.

IMG_1635 (2).jpg

O início da galeria na Mühlenstraße.

Eu aconselho fortemente uma visita à East Side Gallery caso você esteja de passagem por Berlim, pois é uma programação gratuita, de fácil acesso pelo transporte público, e o local é extremamente impactante.

IMG_1687 (2).jpg

Achei essa pintura super legal, e ficaria melhor ainda sem os rabiscos por cima :/

É muito interessante observar o muro e refletir sobre como ele dividiu uma cidade e um país, oprimindo um povo, e separando amigos e famílias. E é melhor ainda ver como essa região, que antes era um símbolo de repressão, hoje é um monumento à liberdade em seu sentido mais amplo.

IMG_1715 (2).jpg

My God, Help Me to Survive This Deadly Love: uma das pinturas mais famosas da East Side Gallery.

Para mais informações sobre a galeria e seus artistas, acesse o site oficial da East Side Gallery (dá para ler em Alemão, Inglês ou Francês – há outras línguas, mas não funcionou quando cliquei nos ícones), e entre no Google Arts and Culture deles ( que está em Alemão, porém possui imagens de várias pinturas com o nome dos artistas que trabalharam nelas).

IMG_1639 (2).jpg

Provérbio africano que é traduzido como: “muita gente pequena em muitos lugares pequenos, fazendo coisas pequenas mudarão a face da Terra.”

Gostaram do post? Curtam, comentem, compartilhem! 😀 Tem algum tema que vocês querem que eu aborde aqui no blog? Se sim, digam nos comentários, ou entrem em contato comigo pelas minhas redes sociais! Querem ver meu dia-a-dia aqui na Alemanha mais de perto? É fácil, me sigam no Instagram: viviancreder. 🙂

Beijão pra vocês :*

Vivi.

Resenha L’oréal Peeling Mask Tonerde Absolue

Com um nome internacional e gigante como esse, eu facilmente confundiria o produto com alguma coisa das organizações Tabajara, mas ele é da L’oréal mesmo, e é muito bom.

IMG_1445 (2).jpg

A L’oréal lançou três máscaras faciais de argila para purificar, iluminar e exfoliar a pele. Elas podem ser aplicadas ao mesmo tempo, em partes diferentes do rosto, ou sozinhas, que é como eu uso.

Hoje eu escrevo sobre a máscara exfoliante de três argilas e alga vermelha, cuja proposta é exfoliar as células mortas da pele, desobstruindo e diminuindo os poros. Achei sua apresentação bem bela e fina, pois o produto vem numa caixinha verde de um material tipo “papelão”, e a máscara vem em um pote de vidro simples, mas bonito, com uma tampa que você gira e retira, e uma proteção de plástico abaixo dela.

IMG_1457 (2).jpg

Peguei as informações sobre o produto no site português da L’oréal, apesar de ter comprado-o em uma DM (sempre) de Berlim, por 9,95 euros. Vamos ver o que ele promete:

Um cuidado intensivo numa textura creme-máscara, que não resseca e que absorve as impurezas, deixando a pele mais limpa e suave. Imediatamente: uma pele mais suave e mais lisa. Em 7 dias: poros reduzidos e grão de pele (hã? – acho que isso significa poro) mais fino. Dia após dia, uma pele visivelmente transformada, mais uniforme e luminosa.

Achei sua composição com mais facilidade no site da L’oréal em inglês, e ela é a seguinte:

AQUA / WATER, KAOLIN, GLYCERIN, GLYCERYL STEARATE, PROPYLENE GLYCOL, CYCLOHEXASILOXANE, HYDROGENATED POLYISOBUTENE, DIMETHICONE, PEG-100 STEARATE, PRUNUS ARMENIACA SEED POWDER / APRICOT SEED POWDER, PERLITE POLYSORBATE 20, CARBOMER, TRIETHANOLAMINE, DIMETHICONOL, PALMARIA, PALMATA EXTRACT, MOROCCAN LAVA CLAY, CAPRYLYL, GLYCOL, XANTHAN GUM, MONTMORILLONITE, TOCOPHEROL, PHENOXYETHANOL, CI 77491, CI 77492, CI 77499 / IRON OXIDES, LINALOOL, PARFUM / FRAGRANCE.

A indicação de uso é bem simples, basta aplicar uma camada fina da máscara no rosto limpo e sem maquiagem, evitando o contorno dos olhos e lábios, deixando-a secar de 10 a 15 minutos, removendo em seguida com água morna através de pequenos movimentos circulares para exfoliar a pele. Para resultados melhores, recomenda-se o uso três vezes por semana

Sua textura realmente lembra a de uma argila, e a máscara tem uma cor alaranjada, cheiro agradável, e é de fácil aplicação. Eu gosto de passar o produto apenas uma vez por semana, pois tenho a pele muito sensível e o excesso de exfoliações acaba agredindo muito o meu rosto. No mais, uso a máscara conforme o recomendado, e adoro o resultado.

IMG_1460 (2).jpg

Assim que removo o produto eu consigo notar a pele macia e lisinha, com uma aparência mais descansada e saudável. Vale ressaltar que ela não ressecou a minha pele, e que com essa aplicação semanal meu rosto não ficou sensibilizado.

Infelizmente eu não encontrei informações sobre a venda dessas máscaras no Brasil, porém ela é encontrada facilmente em drogarias daqui da Alemanha, e também é vendida em países como Portugal e Estados Unidos.

Gostaram do post? Curtam, comentem, compartilhem! 😀 Tem algum produto que vocês gostariam que eu resenhasse? Se sim, digam nos comentários, ou entrem em contato comigo pelas minhas redes sociais! Querem ver meu dia-a-dia aqui na Alemanha mais de perto? É fácil, me sigam no Instagram: viviancreder.

Beijão pra vocês :*

Vivi.

 

 

 

 

 

Grunewald, uma floresta em Berlim

Semana passada falei sobre andar de bicicleta em Berlim, e o tema de hoje tem uma certa conexão com o meu post anterior.

Eu e meu marido estamos criando o hábito de fazer longas pedaladas no final de semana com o objetivo de explorar mais a cidade, e ontem decidimos ir a um local distante e diferente.

DSC_0376-01.jpeg

A floresta.

Grunewald é uma floresta de 3.000 hectares na região ocidental de Berlim, sendo a maior área verde daqui. Nós chegamos lá por uma de suas bordas, e não pela entrada principal, passando pela estação de trem Heerstraße, e pedalamos por uma rua para bicicletas (mas por onde também circulam carros) até entrarmos na floresta.

DSC_0369-01.jpeg

Rua que nos levou até a floresta.

Eu amo a natureza, adoro parques e atividades ao ar livre, e esse local proporciona tudo isso. A região é enorme, e ótima para pedalar, caminhar e correr, contando com muitas opções de diversão.

Durante nossa jornada pequena excursão, nós pedalamos por dentro da floresta, depois fomos para o Ökowerk, que é um centro de conservação da natureza (e que disponibiliza programações para crianças), e passamos por um lago com uma área de nudismo (digo logo que isso é MUITO normal por aqui, e nós vimos muitas bundas e gente como veio ao mundo se bronzeando na grama).

DSC_0374-01.jpeg

O início da nossa pedalada na floresta.

DSC_0372-01.jpeg

Parte do Ökowerk.

DSC_0381-01.jpeg

O lago (sem os nudistas, pois não rola postar foto de gente pelada hahaha).

O passeio todo, saindo de casa e pedalando pela floresta, totalizou cerca de 30 km. Porém, a região é bem grande e nós não tivemos a oportunidade de ver tudo que tem por lá. Além do que mencionei, em Grunewald você ainda encontra pelo menos um bistrô, um bar, uma torre com uma vista bem bonita, e a maior elevação de Berlim (115 metros).

DSC_0384-01.jpeg

Bistrô fofinho do Ökowerk.

Deixo aqui apenas uma dica de amiga: se você decidir fazer esse passeio em uma época mais quente (estamos no verão), leve um repelente de mosquitos, pois lá tem muitos.

Por fim, eu super recomendo uma visita à floresta Grunewald. O lugar é lindo, e em cada canto você descobre algo novo e diferente para observar e se aventurar.

DSC_0377-01.jpeg

Uma das várias pistas por dentro da floresta.

Aqui está o link em inglês para o site Visit Berlin, explicando um pouco a respeito da floresta, aqui está o link em inglês da Wikipedia, que também fala sobre essa região, e aqui está o link em alemão do Ökowerk. Todos podem ser traduzidos com a ajuda do Google Tradutor 🙂

DSC_0380-01.jpeg

Até a próxima 🙂

Gostaram do post? Curtam, comentem, compartilhem! 😀 Tem algum tema que vocês querem que eu aborde aqui no blog? Se sim, digam nos comentários, ou entrem em contato comigo pelas minhas redes sociais! Querem ver meu dia-a-dia aqui na Alemanha mais de perto? É fácil, me sigam no Instagram: viviancreder.

Beijão pra vocês :*

Vivi.

Resenha Essence the Gel Nail Polish, the Satin

Olá, aqui é a Vivian, e a resenha de hoje será Alemã! Eu não só estarei aqui no Blog contando sobre minha vida em Berlim, mas também estarei mostrando pra vocês um pouco sobre o universo da beleza por aqui. Sei que alguns dos produtos que vou resenhar não serão facilmente acessíveis pra quem está no Brasil por questões geográficas, porém eles podem ser adquiridos pela internet, em viagens, ou em versões brasileiras (caso elas existam, claro).

Essence principal

Eu estava procurando por um esmalte clarinho, depois de ter passado umas semanas pintando as unhas com cores vibrantes/ escuras. Em uma das minhas milhares de idas à DM (falei dela aqui), eu achei esse esmalte da Essence que me agradou bastante.

Vamos ver o que a marca diz sobre ele (em tradução bem livre para o português):

Amor de longa duração! A próxima geração dos esmaltes Essence está aqui! A fórmula especial do esmalte fornece uma manicure incrivelmente duradoura, e um brilho gel maravilhoso. A inovadora tecnologia de cor oferece cor intensa combinada com a cobertura perfeita.

A composição do esmalte é a seguinte:

ETHYL ACETATE, BUTYL ACETATE, NITROCELLULOSE, ADIPIC ACID/NEOPENTYL GLYCOL/TRIMELLITIC ANHYDRIDE COPOLYMER, ACETYL TRIBUTYL CITRATE, POLYPROPYLENE, ISOPROPYL ALCOHOL, ISOBUTYL ACETATE, STEARALKONIUM BENTONITE, SUCROSE ACETATE ISOBUTYRATE, SYNTHETIC FLUORPHLOGOPITE, TRIETHOXYCAPRYLYLSILANE, MICA, ALUMINUM HYDROXIDE, TIN OXIDE, CI 77491 (IRON OXIDES), CI 77891 (TITANIUM DIOXIDE).

O esmalte custou 1,55 euros, e a cor que comprei é a número 35 (Engaged) da linha gel da marca, um nude que, dependendo da iluminação, fica com um fundo mais rosado. A textura dele é cremosa, com algumas partículas de brilho bem pequenas, porém o esmalte não chega a ser cintilante e após seco ele fica um tanto quanto opaco.

Apesar de ser cremoso, ele é fácil de aplicar e não mancha. O pincel do esmalte não é tão flat, como uns outros que testei, mas ele é bem “gordinho”, o que ajuda bastante na hora de passá-lo nas unhas. Além disso, o cheiro é de um esmalte convencional, nada agressivo que atrapalhe seu uso.

pincel essence

Vale ressaltar que a Essence possui uma gama completa de esmaltes gel, englobando bases e top coats, e eu não apliquei o esmalte conforme a indicação do site da marca, ou seja, utilizando a base e o top coat gel deles. Utilizei minha base Mavala e um top coat da Sally Hansen, que seca o esmalte em poucos segundos e deixa a unha com um brilho bem legal.

esmalte em ação

Perdoem a tosquice, mas sou quem faço minhas unhas usando alicates alemães, que não são dos mais amolados.

O esmalte durou dignamente por quatro dias, o que não é lá incrível como veiculado no site da marca, contudo, eu também não usei o produto de acordo com as indicações deles, o que pode ter influenciado a sua durabilidade – as primeiras lascas surgiram após eu ter lavado o cabelo pela segunda vez.

Sinceramente, achei que valeu o investimento, pois a cor dele é bonita, ele é fácil de aplicar, é barato (se comparado a outras marcas vendidas por aqui) e resistiu à algumas tarefas domésticas.

Para quem tem curiosidade, acessem o site da Essence para mais informações sobre esse esmalte e demais produtos da marca, que vende seus artigos aqui e em outros países (o site está em inglês, mas o Google Tradutor dá uma força nisso).

Tem algum produto que vocês gostariam que eu resenhasse? Se sim, deixem a sugestão nos comentários, ou entrem em contato comigo pelas minhas redes sociais. Para acompanharem mais de perto minha vida por aqui, me sigam no Instagram: viviancreder.

Beijos, e até o próximo post! 🙂

Vivi.

Protetores térmicos para o cabelo

Olááá, tudo bem?!

O post do dia é para falar sobre esses dois protetores térmicos que eu estou adorando! O primeiro é da marca Griffus (marca que não conheci mas pelo preço decidi arriscar) e o outro é da marca C.Kamura (daquele cabeleireiro mara que cuida dos cabelos de várias famosas, inclusive Angélica).

Lavei o cabelo normalmente e depois passei o Liss Effect da Griffus, esse aqui da imagem abaixo:

IMG_1005

Ele promete liso absoluto e efeito de salão como quase todos prometem hahaha! Esse vidro tem 400 ml e custou apenas 18,90 no Beleza na Web. Eu achei o custo x benefício dele muito bom! Ele é um leave-in termoativado e pode ser usado para fazer escova e chapinha.

O bico dele é de subir e fechar, bem simples e fácil. Mas já aviso que o aspecto dele não é muito bom. Na mão é um creme, mas quando a gente passa no cabelo parece que ele vira uma textura de shampoo, com uma espuma bem estranha! Nunca tinha visto isso em produto algum.

Mas não atrapalhou em nada para pentear o cabelo e fazer a escova. Logo após ter secado um pouco o cabelo, passei o protetor térmico reparador de pontas do C.Kamura, esse aqui:

IMG_1006

Esse protetor achei uma delícia! Não deixa o cabelo com aspecto de pesado e as pontas ficam super hidratadas! A única parte negativa do produto pra mim foi o bump da embalagem. Tive que apertar bastante pra começar a sair o reparador!

IMG_1008

Parece que é bem estreitinho pra espessura do produto, só sei que precisa apertar algumas vezes até começar a sair!

O melhor é que o produto rende bastante! E a combinação desses dois produtos além de deixar meu cabelo com um aspecto que há tempos eu não sentia! E também percebi que além de ser protetor térmico deu uma modelada no cabelo.

Comprei também no Beleza na Web e custou 19,90. Estava na promoção, pois os produtos do C.Kamura são um pouquinho caros!

No dia que eu fiz, saí com o cabelo desse jeito. Eu gosto de cachear as pontas, porque como eu tenho definitiva e todos os “ivas” no cabelo, acho que fica com aspecto estranho deixá-lo totalmente liso. E por isso, os cachos duravam no máximo 3 horas e quando caía ficava com jeitinho de liso natural hahaha

IMG_0990

Mas para a minha surpresa, dois dias depois, olha como ainda estava o cabelo!

Normalmente já estaria todo lisinho! E mesmo assim segurou bem as pontas com um modelado maravilhoso!

Pra mim essas compras valeram a pena demais!!! Quem puder, pode comprar sem medo!

Beeeijo

Rah