Destino: Ouro Preto – MG

Quem me conhece já ouviu a seguinte frase dita por mim “devo ter nascido em alguma outra vida em Ouro Preto.” Vocês não tem noção de como eu amo aquela cidade! Ela ter um clima diferente, mesmo com a história sendo preservada, tanta coisa acontece. Ela não para no tempo, sabe como?

Eis que depois de 10 anos e algumas tentativas fracassadas em 2017, consegui voltar a essa cidade linda! Passei um fds lá e foi maravilhoso! Não fui no intuito de fazer um turistão, até porque é preciso de condicionamento físico para tanta ladeira! Então esse post aqui vai ser um resumão do que eu fiz, onde fiquei, onde comer…

Ouro Preto fica perto de BH umas 1:30 de carro, com uma estrada maravilhosa apesar de ser bem sinuosa. Daí você aproveita e fica curtindo o visual. Saímos de BH às 8:30 e antes das 10:00 já estávamos estacionando no Hotel.

A dica preciosa para quem quer ir para Ouro Preto é vá de tênis e olhe a previsão do tempo. Quando é quente faz um calor danado e quando esfria é um frio que trinca!! hahaha E o tênis será seu melhor companheiro, porque é só ladeira de pedra!

O lugar que fiquei foi a Pousada Casa dos Contos, bem no centro de Ouro Preto, coladinha da praça central, ou seja, dava pra ir a pé sem cansar muito em vários pontos da cidade. A diária foi 200,00 mas valeu a pena! Tinha estacionamento dentro, o quarto é bem gostoso e um café da manhã sensacional!

Sobre carro, a cidade não tem muito espaço para eles. Então andar muito vai ser o que mais vai acontecer, pois as ruas são bem estreitas. E para quem decide ir de ônibus, da rodoviária de BH sai praticamente de hora em hora da Pássaro Verde e acho que não passa de 35,00 a passagem!

IMG_1323

Vista do meu quarto, ao fundo o Parque Estadual Itacolomi

O nosso hotel praticamente dividia parede com um restaurante bem famosinho em Ouro Preto, o Conto de Réis. Não fomos nele porque ele é bem carinho!

Assim que fizemos o check-in fomos bater perna, porque eu sou dessas! hahaha E a primeira parada claro que foi a Praça Tiradentes.

 

Foi nela em que a cabeça de Tiradentes foi exposta, inclusive tem o monumento. Quando eu via por fotos, achava que era uma praça enorme, mas na realidade não é. E o melhor, é a partir de lá que você consegue visitar vários lugares a pé, pois tem a Casa dos Contos, a Feira das Pedras, igrejas, museus, restaurantes, cafés, lojas. Enfim, a vida lá acontece nas ruas que saem a partir da praça.

IMG_1305

Ao redor dela tem de tudo, cafés, MUITA joalheria! Fiquei impressionada na quantidade de joalheria que a cidade tem. Eu sei que Ouro Preto tem uma forte veia de extração de minerais (pense numa cidade coalhadinha de pedras preciosas), mas ainda sim me impressionei com a quantidade de joalherias. É uma do lado da outra, sem fim!

IMG_1310IMG_1313

Aproveitamos que estávamos por ali e fomos visitar o Museu da Inconfidência!

IMG_1326

Você paga 10,00 (só aceitam dinheiro) para visitar e não pode fotografar, nem estar com bolsa. E para isso você guarda seus itens num armário e fica com a chave! Pra mim são 10,00 super válidos, porque você gasta pelo menos 1 hora vendo as peças, lendo as plaquinhas. Tem MUITA coisa, inclusive ossos de alguns inconfidentes, além de obras da literatura como por exemplo, Marília de Dirceu (aquilo que a gente aprendia nas aulas de literatura pro vestibular haahah)

IMG_1338

as ruas são todas assim! Essa era uma das mais planas!

Depois de tanto subir ladeira e descer ladeira, fomos almoçar no restaurante Quinto do Ouro, na Conde de Bobadela. Pense num lugar delicioso!! Um buffet para todos os gostos, com muita salada, carnes, arroz integral e claro, comidinha mineira! Super bem decorado e pasmem, 29,90 para comer a vontade, incluindo sobremesa! Só paga de extra as bebidas! Virou meu lugar favorito na Terra hahaha

IMG_0183

Essa pelo menos tinha escada! haahah

A noite fomos jantar numa pizzaria MARAVILHOSA chamada O Passo PizzaJaz. Fica ao lado do Museu Casa dos Contos e tem uma vista maravilhosa! É um restaurante num casarão com vários ambientes, que tem uma varanda mega charmosa e que a noite é iluminada a luz de velas ❤ Na parte interna música jazz ambiente, super agradável! Toda a equipe é maravilhosa! As pizzas grandes variam de 50,00 até 80,00, mas tem opções de 40 e poucos. E sério, pizza super gostosa, leve, saborosa, massa fina, assada no forno de lenha e na pedra. Não vem com litros de óleo! Você sente cada sabor!

IMG_0214

Tem um cardápio bem variado de bebidas e uma vasta carta de vinhos! Claro que fui no vinho porque tava muito frio… hehehehe

IMG_0208

Nota mental: nunca fique bêbado se você pretende voltar a pé pro hotel. Bebida + subir os ladeirões de pedra não é nem um pouco recomendável! hahahaha

No dia seguinte, ficamos só meio dia, pois eu queria ir na Feira do Largo do Coimbra (vai ter post especial para ele), na Casa dos Contos e em uma igreja.

A Casa dos Contos é onde el diñero rolava na cidade! É um passeio muito bacana de fazer por dois motivos: é de graça (muitas atrações são pagas) e tem muito item histórico. Inclusive a Casa possui uma senzala (parte mais pesada do passeio) com itens originais da época. Em toda a Casa pode tirar foto, menos na senzala, pois é patrimônio particular e o dono não autoriza.

(vistas da varanda da Casa dos Contos)

E aí você aproveita que está com essa vista e tira foto bem turistona hahaha

IMG_1414

Sobre o item igrejas preciso detalhar um pouco. Ouro Preto tem MUITA igreja, todo lado tem uma. Umas mais bem cuidadinhas, outras nem tanto. Se for do seu interesse o turismo religioso fique consciente de que você vai andar bastante e se quiser conhecer as que estão abertas para visitação, vai ter que desembolsar uma boa graninha.

Vi o preço de visitação por 10 REAIS!!!! Pedi perdão a Deus, porque não dava não! E só aceitam dinheiro, nada de cartão! E sinceramente achei bem abusivo, porque você não vai passar 1 hora dentro de uma igreja pra eles cobrarem esse tanto. Tem igreja cheinha de ouro? Tem! Mas mesmo assim não vale o preço! Então só fotografei algumas e que não lembro o nome, porque eu o boy nos perdemos no mapa hahaha

IMG_0187IMG_1397IMG_1419

No mais, foi um fds maravilhoso! Cansativo, mas super gostoso! ❤ E se eu pretendo voltar pra OP? É claaaro!! hahaah ❤

Curte a gente na nossa fanpage clicando aqui

Beeeijo

Rah

 

Anúncios

Vale dos Vinhedos: a beleza dos vinhos e vinhedos de Bento Gonçalves

Há exatos 3 anos e 7 meses me mudei pra esse cantinho maravilhoso do Brasil. Já turistei, guiei, conheci lugares lindos, pessoas com histórias maravilhosas e vinhos incríveis.

Hoje, vou colocar um pouquinho do que tem sido essa experiência de morar num lugar tão bonito, que eu amo tanto as paisagens, os cheiros, o céu, a cultura e cada estação do ano – que curiosamente os moradores comemoram cada chegada de uma nova fase do ciclo.

Vou discorrer um pouco sobre algumas das vinícolas que já visitei, e alguns pontos que algumas oferecem. Caso esteja planejando visitar Bento e conhecer um pouco da região, aqui vão algumas indicações, mas já aviso: a gente começa as 8 da manhã e finalizamos o dia as 17h, pra não perder nada. Vou postar uma sequência hoje e nas próximas semanas sobre “o que fazer quando se visita Bento Gonçalves” e olha… tem coisa pra caramba! Então seguimos, hoje vamos fazer um roteiro do primeiro dia:

Durante a manhã:

Aurora: Vamos começar por dentro da cidade pra facilitar o processo. Uma das maiores vinícolas do país, com três unidades localizadas em Bento, uma no Vale dos Vinhedos, uma no centro e outra a 15 minutos caminhando a partir da entrada da cidade, que é o nosso foco: a matriz – onde é realizado o passeio turístico e a degustação. O passeio é bem bacana, conta a história da vinícola e você passa por dentro da fábrica: desde os tanques de inox até as barricas de carvalho. Acho que é uma das vinícolas que mais visitei em todos esses anos, pela facilidade de acesso. Sinceramente eu perdi a conta de quantas vezes. Tá fazendo nada? Vamo ali na Aurora que eu te levo! hahahahaha. Não tem investimento inicial pra conhecer a vinícola e degustar os produtos, sem contar que tem pra todos os públicos: tem produtos mais baratos, tem produtos mais caros, tem suco de uva, keep cooler, vinho comum, vinho fino, branco, tinto, espumante, artigos em geral pra vinho… vale a pena dar ~aquela~ passadinha. O passeio dura em torno de 1h (sem contar o tempo na loja), então não enrola não que ainda tem que ir pro Vale!

Vallontano: Logo na entrada principal do Vale dos Vinhedos (que fica a uns 5 minutos de carro da entrada da cidade), já encontramos a vinícola Vallontano, com vinhos nobres de produção em pequena escala. Você encontra ali mesmo uma cafeteria/risoteria, um ambiente bem agradável que além de tudo ainda aceita pets! A comida é maravilhosa, super recomendo um investimento. A unica vez que entrei na área de produção foi durante uma visita técnica da faculdade, porque eles não disponibilizam visita turistica dentro da vinícola. A degustação fica na área do restaurante, e custa 20 reais por pessoa.

Valontanno ao fundo

Nós bem lindos subindo pra entrar na Torcello, e ao fundo, a Vallontano. Dá pra ver que é bem pequeninha né? ❤

 

Torcello: Logo em frente, temos a vinícola Torcello. Visitei na minha primeira vez em Bento, e voltei mais algumas, uma delas com a família do meu namorado – que na minha opinião foi a melhor das visitas ali. O guia da vinícola nos contou toda a história da família, conhecemos a pequena cantina e os parreirais. Em seguida, como existe todo o “ritual de iniciação” na degustação de um vinho, ele ensinou com muita paciência o passo a passo de como avaliar o vinho. Degustamos cada um dos vinhos seguindo o passo a passo, foi bem bacana e divertido. O investimento inicial pra conhecer e degustar é de 10 reais por pessoa.

torcello

Final da degustação na Torcello. Familia linda tomando uns bons drink ❤

ALMOÇO: No vale tem bastante opção pra almoçar, mas eu já digo: guardem bastante espaço na pancinha porque olha… só comida boa. Alguns dos restaurantes que indico são o Di Paolo (meu coração pertence a este restaurante), Mamma Gema, Giordani e o Sbornea’s, que trabalham com o serviço de rodízio de comida italiana ou à la carte, e o Vale Rústico que disponibiliza o serviço de menu degustação, que pode ser servido também harmonizado. Eu sou bem sincera, e acho que uma olhadinha no TripAdvisor antes de escolher restaurante é sempre uma boa. Cada um tem um gosto, então fica difícil decidir…

Durante a tarde:

Hotel e SPA do Vinho: Vale a pena conhecer um hotel 5 estrelas né? Nem que seja pra passar pela porta, hahahahaah. É um lugar lindo, você pode conhecer os serviços do SPA e tirar fotos maravilhosas da vista. As diárias são bem salgadinhas, mas eu garanto que quem dorme ali tem sono dos deuses… porque olha, né brincadeira não! Os recepcionistas são bem simpáticos, sempre me receberam super bem nas quantas vezes que fui “dar uma olhadinha”, hehehe. Eles tem diversas programações, como um Baile Imperial (que acontece uma vez por ano), realizam eventos como casamentos, um “por-do-sol” harmonizado (vinhos que acompanham o descer do sol), atividades no spa… e não precisa estar hospedado! Um hotel cinco estrelas é um hotel cinco estrelas né queridos? Hhahahahah

spa visto da miolo

Visita técnica que fiz com alguns colegas de curso, estávamos no alto da torre da Miolo, e a vista pro SPA é maravilhosamente incrível!

Miolo Wine Group: Fica beeem em frente ao hotel (sério, só atravessar a estrada) e PENSE num lugar bonito? Os guias levam os grupos por toda a vinícola, e explicam como acontece o processo de vinificação de uma maneira bem tranquila de entender, pra ninguém ficar de fora. Logo depois da visita (que dura uns 50 minutos) acontece a degustação guiada, onde você pode degustar alguns dos produtos disponíveis com o auxílio do guia que ensina tudo passo a passo e analisa o vinho junto com todo mundo. O valor de investimento é 30 reais por pessoa.

miolo

Só de olhar já dá pra saber que foi tirada no inverno né? ❤

miolo vista do spa

Miolo vista do SPA. Diz se não é colírio pros olhos?

Famíglia Tasca: pensem numa casinha antiga, com uma vista linda pro vale, com um museu cheio de história pra contar? Pra quem gosta de ficar admirando antiguidades, esse é o lugar! É realmente cheio de tudo que tu imaginar: desde utensilios de uso pessoal como escova de cabelo e porta-jóias, livros e fotos, até itens de uso na roça antigamente. Tem pasta com folhas de revistas e jornais antigos, tem uma cama de “colchão de palha”, tem até bercinho! Uma verdadeira viagem aos tempos de imigração italiana. E claro, eles vendem suco e geléia de uva! Quando fui tinha de physalis também. Não vou me recordar o valor, mas não são caros não viu? É produção própria da família. Sem contar que a senhorinha que nos recepcionou é uma “simpatiqueza” em pessoa!

Famiglia Tasca.jpg
Eu e a senhorinha da simpatiqueza, laáaaáá em 2014, minha primeira visita ao vale dos vinhedos na vida! Vim fazer a matricula na faculdade sem nunca ter pisado em bento, hehe

Pizzato Vinhas e Vinhos: Final de tarde… última vinicola. Até hoje falar da Pizzato me pega pelo coração por ter sido a primeira vinicola que visitei na vida, e pelo atendimento ter sido EXCEPCIONAL. Degustei praticamente todos os produtos, lembro ate hoje que quem me atendeu foi a Carol Chieli e o Alfredo Biagini. Falei que ia começar o curso e foi super bacana a forma como eles foram bem atenciosos e queridos. Voltei outras e outras vezes, fui atendida pela Cris Franzen (que já me recebeu diversas vezes hehe) e nunca me decepcionei. Os produtos eu não tenho nem o que falar né? Sempre indico aqui. O investimento é de 20 reais e olha: vale cada centavo.

vinhedo pizzato
Olha a familia do mozão ai de novo.. ❤ Dá pra descer nas parreiras sim! Eu sempre gostei desde criança de guardar folhas dos lugares que visito.
pizzato

Eu e minha irmã, também na minha primeira vez no vale, plena vindima, um calorão e nós fazendo visita e bebendo wines! Hahahaha

Jantar: Bom, eu não nego uma pizza nem morta né? Falou pizza eu to “oi? que? vamo?” ahahhaha. Então se você tá em bento e já almoçou comida italiana, vamos continuar na Itália, né? Já dentro da cidade, mais precisamente no bairro Planalto, temos várias opções. As duas pizzarias que eu mais frequento (ou pelo menos tento sem morrer com o colesterol lá em cima) são a Sapore di Fiorenza e a Sapore Sublime. Preços super acessíveis, e daquele jeito que a gente gosta: rodízio né meus queridos!? Pra sair rolando… mas fica tranquilo que eles dão chazinho de boldo como cortesia no final, se você pedir. Só pra não chegar depois no hotel parecendo um boi! Hahahahah

Enfim, acho que deu pra visitar bem hoje né? O segundo dia eu deixo pra semana que vem pra gente não se alongar e a cidade perder a graça. Mas já adianto: tem mais vinícolas no vale, tem os Caminhos de Pedra, tem a rota de espumantes de Garibaldi, tem a Tramontina em Carlos Barbosa (as donas de casa piram), tem o Salto Ventoso em Farroupilha… é muito lugar lindo pra visitar, e tudo pertinho, de verdade! Além de claro, as festas e eventos que acontecem durante todas as estações do ano… cada etapa do ano tem diversas harmonizações e eventos que categorizam a época do ano. Tem Bento em Vindima que acontece no verão (durante a safra da uva), Bento em páscoa CHEIO de coelho gigante pelo centro da cidade, Settimana Italiana di Bento que acontece em maio pra celebrar a chegada dos italianos ao RS, Bento Sensação pra aproveitar cada detalhe do outono e do inverno, Estação Primavera em Bento pra comemorar o fim dos dias frios e a chegada das cores, e o Natal Bento, celebrando com muita luz, enfeite e evento o final de um ano e a chegada do próximo! Estamos agora entrando na Estação Primavera, e eu já to bem doida pra ir pros eventos no centro da cidade, cheios de música e dança, pra comemorar o fim do frio, a chegada das flores e do calor. É ou não é uma tradição linda? ❤

Temos também diversos eventos durante o ano como o Bike Festival, o Bento Bier Festival, nessa próxima semana teremos o Despertar no Vale, temos a Wine Run, a comemoração ao dia do vinho… é coisa demais pra fazer nessa cidade bem linda!

Enfim, hoje eu fico por aqui e semana que vem a gente faz o nosso segundo dia de passeio turístico, conhecendo cada pedacinho da cidade do vinho no Brasil. É uma cidade pequena, mas cheia de história e lugares maravilhosos. Vale a pena cada segundo aqui! Espero que vocês tenham gostado, porque pra mim foi ótimo relembrar cada lugar que já visitei na cidade.

Beijo no core,

Bea ❤

Voando com a Ryanair

Começo dizendo que não, este não é um post publicitário hahahahah (Ryanair, dá passagem pra nós – Vivian mendiga).

A Ryanair é uma empresa aérea low cost (de verdade!), que tem vôos com preços camaradas, e se as passagens forem compradas com antecedência é que a viagem fica ainda mais em conta (dá pra conseguir passagens por dez euros!!!).

Os vôos são por praticamente toda Europa, e isso é uma mão na roda pra quem quer fazer um passeio por aqui, pois os valores são baixos e os países próximos, o que significa poucas horas no avião e mais horas de turismo.

Uma passagem pela Ryanair te garante a viagem, um assento gratuito (caso estes não estejam esgotados), e o direito de carregar consigo uma bagagem na cabine que pese no máximo 10 kg e siga certas especificações de tamanho, além de uma bolsa pequena.

Caso o passageiro queira mais regalias, deverá pagar por elas. É por isso que a Ryanair possui pacotes como o Plus, Flexi Plus, ou Family Plus.

Na minha última viagem, eu e meu marido compramos o Plus, que nos deu o direito de levar uma bagagem de 20 kg por passageiro no porão do avião, e embarque prioritário.

No mais, a experiência de vôo não é tão diferente das companhias brasileiras. A aeronave é pequena, havendo duas filas com três poltronas de cada lado, e quem quiser um assento com mais espaço pode desembolsar uma grana para isso.

Os vôos costumam ser bem cheios, principalmente nos meses de verão. Vale ressaltar que quase todos os extras da Ryanair são pagos, e isso inclui a comida servida no avião. De diferente, o que notei é que vendem cosméticos lá dentro! Após passarem com os carrinhos de comes e bebes, as aeromoças trazem um com maquiagens, perfumes, hidratantes e etc.

Por fim, o resumo da Ryanair é o seguinte: passagem barata de verdade, e avião estilo Gol, com o adicional da venda de cosméticos hahahaha.

Deixo também a dica de que a Ryanair não é a única companhia low cost da Europa. Aqui também há a Airberlin (que decretou falência mas continua voando e vendendo passagens) e a easyJet.

 

Roteiro BH: Espaço do Conhecimento UFMG

E para finalizar o roteiro de museus no Circuito Liberdade, mostor para vocês o Espaço do Conhecimento da UFMG. É um espaço maravilhoso, na esquininha da praça da Liberdade, com aquele clima universitário maravilhoso!

IMG_9937

O espaço por dentro é super limpo, organizado e climatizado. O planetário é tão climatizado que você morre de frio hahahaah

São 5 andares de exposições maravilhosas, com foco na Astronomia! Então se você curte esse assunto, pode continuar rolando a tela!

IMG_9938

Também estava rolando uma exposição super bacana sobre o Clube da Esquina, com muito material sobre Milton Nascimento e outros cantores maravilhosos!

IMG_9942

Eu particularmente achei muito bacana a ideia de aproveitar os corredores para também fazer uma exposição!

IMG_9960

Agora falando de Astronomia, eis aqui a exposição! Muito interativa também, onde pode ser visto toda a evolução do espaço, fala dos dinossauros, da evolução do homem… É muita coisa bacana de verdade!

IMG_9941IMG_9943IMG_9945IMG_9946IMG_9950IMG_9951IMG_9952IMG_9955IMG_9958

Aqui tipo de um dicionário, em que você seleciona umas palavras para descobrir a origem e o significado!

IMG_9959

E aqui é o ingresso para o Planetário, que para mim é a atração principal! A sessão você paga em dinheiro e só pega o ingresso uma hora antes da sessão seguinte. Eu não tinha me atentado para a programação que fica no elevador (e que inclusive eu fotografei) e escolhi um filminho bem bobinho… Mas foi muito bom para ver a sala!

As poltronas são totalmente reclináveis e a tela que é ovalada fica em cima de você! É uma delícia! Eu pretendo ir num dia de observação, porque deve ser maravilhoso!

IMG_9963

IMG_9965

a tela e o telescópio

A programação você pode ver no próprio site deles (http://www.espacodoconhecimento.org.br/descubra/planetario/) e o horário de funcionamento é o seguinte:

Terça a Sexta: 10:00 as 17:00

Sábados: 10:00 as 21:00

Domingos: 10:00 as 17:00

Lá também tem uma pequena lanchonete!

Espero que gostem!

Beeijo

Rah

Roteiro BH: Memorial Minas Vale

Antes de tudo e qualquer coisa, eu apenas to apaixonada por esse Memorial. Sério! Mil vezes melhor que o CCBB (e oh que já fui em alguns) e com uma qualidade incrível que deixa muito museu pelo país no chinelo!

Lugar extremamente limpo, organizado, tecnológico, interativo e explicativo que aglomera inúmeras exposições num só lugar. Eu passei lá mais de uma hora e não queria sair!

Você chega e eles te dão uma chave para você guardar sua bolsa e um guia sobre o que está rolando no prédio. Quem não fala português, recebe um tablet com um tradutor para explicar cada exposição.

IMG_9844

São 3 andares lotados de exposições, cada salinha conta uma coisa e tudo isso misturando o real com o tecnológico!

IMG_9863

Tinha de tudo: a história de Minas Gerais e de Belo Horizonte, a resistência negra, como é uma fazenda mineira, mostra um pouco das cidadezinhas mineiras, fala sobre a diversidade do Vale do Jequitinhonha, Museu do Bordado (cada coisa maravilhosa). Tem espaço 100% interativo e que realmente mexe com todos os nossos sentidos!

Exposição sobre grandes autores, como Drummond, Guimarães Rosa

IMG_9845

IMG_9850

Exposição de Sebastião Salgado

IMG_9853

IMG_9856

Salas Multimídias

IMG_9858IMG_9861IMG_9862

História de Minas Gerais

img_9869.jpg

IMG_9874IMG_9884IMG_9891

img_9877.jpg

img_9878.jpg

Museu do Bordado

img_9900.jpgIMG_9901

Resistência Negra

IMG_9890

Era nessa mão que os vídeos eram reproduzidos! Coisa mais linda! ❤

É tanta coisa que se eu mostrar tudo perde a graça! Mas foi um passeio maravilhoso! O Memorial também conta com um restaurante (que estava mega animado)! O horário de funcionamento é:

Terças, quartas, sextas-feiras e sábados:
das 10h às 17h30, com permanência até 18h

Quintas:
das 10h às 21h30, com permanência até 22h

Domingos:
das 10h às 15h30, com permanência até 16h

O site para conferir a programação é o http://www.memorialvale.com.br/

Beeeijo

Espero que tenham gostado!!!

Rah

Roteiro BH: Museu Mineiro

Olááá! Post do dia pra mostrar mais um pouco de BH, pois é uma capital que a cada esquina tem uma história para contar. A maioria de suas atrações culturais são gratuitas e as principais ficam aglomeradas no mesmo espaço: a Praça da Liberdade.

Por isso, esse post e mais alguns que virão vai falar desses museus maravilhosos que fazem parte do Circuito Liberdade. Vale muito a pena gastar uma tarde passeando por ali! Você vê pessoas diferentes e um tanto de material que a gente só aprende na escola!

Vamos ao que interessa?!

Museu Mineiro

É uma casa amarela, na subida da Av. João Pinheiro quase chegando a Praça da Liberdade, bem ao lado do Arquivo Público de MG. Todas as atrações são gratuitas e você consegue ver algumas exposições. No dia que fui eram essas:

Sobre Cartografia Mineira

IMG_1186IMG_1190

O museu está em restauração, então algumas salas não estavam ocupadas

Exposição Temporária que fala da Política das Imagens

IMG_1193

IMG_1194

Tinha também uma exposição de arte sacra, com várias imagens desde o século XVIII e que foram restauradas e estão expostas! MG tem laços fortes com o sagrado, por isso muitas esculturas retratam esse momento!

IMG_1199IMG_1200

E nas costas do prédio tem esse mapa de MG montado! Achei muito bonito!

IMG_1202

O horário de funcionamento do Museu Mineiro é:

Terça à sexta: 10h às 19h
Quinta-feira: 12h às 21h
Sábado e domingo de 12h às 19h.

Lá dentro tem um restaurante chamado Magnólia! Muito bonitinho e com uma comida super cheirosa!

E o site para conferir a programação é esse aqui: http://www.museumineiro.mg.gov.br/

 

Roteiro BH: Praça da Liberdade e CCBB

Eita que fazia tempo que o Rodinha nos Pés não era usado hein!! Enquanto setembro não vem com uns posts MARAVILHOSOS, pensei: “Porque não turistar na própria cidade que to morando?” Assim mostro roteiros bacanas para quem é da cidade e nunca conheceu ou pra quem ta de passagem por aqui!

Destino da semana? Praça da Liberdade e CCBB é o point certo para quem gosta de passear, ir nuns museus (de grátis) e de quebra ir nuns restaurantes bacanudos (não tão baratinhos).  A Praça por si só já é um passeio maravilhoso, pois ela fica ali na conjunção do Centro com Savassi, Lourdes, Funcionários e Santa Efigênia. Dá pra ir de ônibus tranquilo e visitar vááários museus, como o CCBB! (os demais vou fazer post seguintes). Ela é linda, arborizada, com banquinhos e tem um chafariz que só liga lá pelas 18:00.

IMG_1166

Eu sou apaixonada por esse corredor central ❤ Todo mundo tira foto por aí! Muita gente aproveita o espaço para correr e praticar alguma atividade física!

IMG_1153

Aproveitei que estava por lá e fui no CCBB que não importa em qual cidade tem, é sempre espetacular! ❤ Sempre tem várias exposições e creio que a maioria também é gratuita! Pois não me lembro de ter pago alguma exposição nos CCBBs que já fui!

A exposição que tinha é do austríaco Erwin Wurm,

O artista austríaco Erwin Wurm produz em suas obras um deslocamento de elementos do cotidiano para o campo da arte, reconfigurando objetos familiares como casas, carros, roupas e alimentos para um contexto inesperado, engraçado e ao mesmo tempo crítico em relação à sociedade contemporânea. Na exposição, apresenta uma série de trabalhos que discute o corpo humano não apenas a partir do físico, mas também de suas camadas psicológicas e espirituais. Para o artista, a casa é parte do nosso corpo: ela é uma espécie de pele que nos protege, assim como o carro ou a roupa. Em suas obras, esses elementos inanimados ganham vida orgânica – uma residência obesa, um vaso sanitário magro, uma salsicha cheia de personalidade, um carro acima do peso. Esses objetos transviados falam sobre eles próprios, mas falam ainda mais sobre cada um de nós.

IMG_1178

Assim, é uma exposição BEM diferentona, algumas partes são até interativas e tem também várias salas de vídeos.

IMG_1169IMG_1172IMG_1177

Para ter acesso ao 3o andar, é preciso retirar um ingresso gratuito na bilheteria, só para eles terem um controle de visitantes!

IMG_1180

Espero que gostem! Pois semana que vem tem mais roteiro de museus! ❤

Para saber um pouco mais sobre o Circuito Praça da Liberdade, é só clicar aqui

Beijo

Rah