Vale conferir: Feira Fresca

Uma das coisas que eu mais amo em BH é a diversidade. Sério, tem evento para todo gosto, bolso e interesse.  Passeando pelo facebook vi que ia ter um evento chamado Feira Fresca e o melhor, bem pertinho da minha casa! Cliquei para ver qual era a do evento e simplesmente me apaixonei!

dsc0442-2000x1200

É uma feira que busca estreitar o relacionamento entre produtores e possíveis consumidores. Os itens que lá são vendidos são orgânicos, naturais, vindo da agricultura e produção familiar e muita coisa sem gluten/lactose.

Lá você acha de tudo! Pães, temperos, pimentas, azeites, pastas, bolos, frutas, verduras e tudo que imaginar! 

No site deles, a proposta do evento é a seguinte: “A Feira Fresca além de incentivar a economia local, a preservação do meio ambiente, também propõe uma reflexão e uma mudança no modelo de consumo de alimentos, prezando pela qualidade, pelo baixo custo e por um envolvimento maior com o ingrediente. Isso só é possível graças a rede de produtores da região que produzem com muito cuidado e carinho e vendem diretamente para o consumidor dando dicas de preparo, contando um pouco mais da história daquilo que vai pra sacola de pano. Fazer a feira aqui vai muito além do ato mecânico, é um prazer. Dá pra passar um dia inteiro conversando com cada expositor e com as pessoas que vem pra feira para trocar ideias e experiências sobre produtos, cultivos e receitas.”

Cada semana é num ponto diferente da cidade e é tudo muito alegre! Tem som ao vivo, lugar pros cachorrinhos beberem água, mesinhas para você se sentar. É uma delícia de lugar! E as barraquinhas são bem simples, de forma bem convidativa para você conhecer os produtos!

IMG_2347

Para saber onde que a feira vai estar, é só clicar no site deles que lá tem agenda atualizada! O site é http://feirafresca.com.br/.

Fiquei pouco tempo, mas pude conhecer alguns produtos bem bons! Vou postar os meus favoritos que já experimentei tudo no mesmo dia! hahaha #soudessas Mas vou ser bem sincera, prepare o bolso! As coisas não são as mais baratinhas!

Serra Que Chora

Nome curioso mas com produto sensacional de gostoso! A Serra Que Chora produz azeites fresquinhos bem na Serra da Mantiqueira. A embalagem é bonita e que não faz jus ao sabor do produto! 

Foi o melhor azeite que eu provei na vida! Super leve, extremamente saboroso! Dá vontade de beber, de passar no cabelo hahaha

Eles não fazem em larga escala e só produzem até agosto, período de colheita da azeitona! Então tem que aproveitar a maravilhosidade!

IMG_1575

O preço? 50 golpinhos. Doeu, passei no crédito mas não me arrependi! hahaha

Massas Don Vincenzo

Massas de produção artesanal e bem diferentonas! Tem de inúmeros sabores, todos sem corantes. Pra mim foi um “choque” quando fiz no almoço, porque eu nunca tinha comido um macarrão caseiro e foi uma explosão de sabores! Comprei o de espinafre com alho poró e outra só de alho poró. 
IMG_1578

As massas são de 500g e de 250g. Os preços são de R$25 e R$15, respectivamente. O modo de preparo é super fácil e a cozinha fica muito cheirosa! Comprei também o molho bechamel, por achar que combina mais com esse tipo de sabor de massa.

IMG_1579

Ele é bem gostoso, mas vem bem sem sal. E quem não está muito acostumado com molhos feitos de bechamel, com vinho branco, parmesão e castanhas pode achar meio enjoativo por ter um leve adocicado. O valor do pote é R$15 e dá para fazer uma massa com bastante molho!

E uma coisa bem legal que vem na embalagem deles é dica de harmonização com as opções que eles oferecem! Já até deixei na minha geladeira!

IMG_2349

Simplesmente Saudável

Foi sem sombra de dúvidas a minha melhor descoberta no quesito temperos. Vocês não tem ideia do quanto que é cheiroso e gostoso! Dá vontade de comer purinho!  A moça que atendeu ainda deu dicas sobre como usá-los! 

São 4 opções de temperos e tem em vários tamanhos. A apresentação deles é um show a parte! Barraquinha mais charmosa!

IMG_2345

E é do jeito que eu gosto, com preços bem visíveis! HAHAHA Tem opções unitárias e também em kit que vem num caixotinho fofo! Você ainda consegue provar os molhos. 

IMG_2344

Tem também doces e opções de comidinhas saudáveis congeladas. Eu fiquei completamente apaixonada pela qualidade dos produtos!

O molho ao pesto é surreal de gostoso! 

IMG_1568

Todas as embalagens vem lacradinhas com aquele plástico que você precisa cortar no pontilhado, sabe?

IMG_2343

Eu sem sombra de dúvidas virei cliente deles! E o mais legal, os potes são retornáveis e você tem o desconto de R$1 na próxima compra ao devolver o potinho! E eles também fazem entregas, é toda sexta!

IMG_2342

Os potes são lindos e pelo aroma a comida deve ficar sensacional! É tudo muito fresquinho MESMO!

IMG_1569

Os meus eleitos foram:

IMG_1570

IMG_1571

Para saber mais sobre eles, só entrar no insta @simplesmentesaudavelbh que com certeza não vai se arrepender! Eu achei o custo x benefício deles super válido, ainda mais para quem está procurando produtos com intervenção mínima de agrotóxicos. Um pote de 180g custa R$12 e o potão de 210g (eu acho) custa R$18!

Esse foi um dos programas mais legais e proveitosos que fiz nesses últimos tempos! Com certeza vou ficar de olho nas próximas edições!! Vale a pena demais conferir!!

Beeeijo e espero que tenham gostado! ❤

Rah

 

 

Anúncios

Resenha: Restaurante Topo do Mundo

Olá pessoal!!! Post de hoje é uma resenha sobre um dos lugares que eu mais tinha vontade de conhecer em BH: o restaurante Topo do Mundo!

Durante muitos anos esse restaurante ficava em Brumadinho e o grande diferencial era a vista maravilhosa e de quebra podia almoçar ou jantar vendo o pessoal saltando de parapente. 

Desde março mais ou menos, o Topo do Mundo resolveu fechar as portas em Brumadinho e abrir mais perto da capital mineira como forma de atrair mais clientes. Sempre ouvia críticas sobre o lugar, mas por ser muito longe eu não arriscava em conhecer. Porém, quando o Topo do Mundo se mudou para a famosinha Torre Alta Vila (depois do BH Shopping) criei coragem e fui lá conhecer para ver se era tudo aquilo que criticavam.

O acesso é bem mais fácil, pois fica logo após o BH Shopping. Mas ainda dá uma dor no coração ao ver uma torre tão bonita sendo sub-utilizada. Para quem não lembra, existia o Hard Rock Café e no alto da torre um restaurante japonês (mega caro). Depois ficou anos inativo pois tudo faliu e recentemente o Topo do Mundo reabriu lá.

IMG_2262

Dependendo do quanto que consumir, eles revalidam seu ticket do estacionamento e você não precisa pagar. Assim que você sai do elevador a vista é maravilhosa. De um lado consegue ver os prédios de BH e do outro grande parte das serras que circulam a região. 

IMG_2257

O restaurante em si não é muito grande, mas tem capacidade para 300 pessoas. Achei as mesas muito próxima das outras. O atendimento é bem bacana, os garçons são solícitos e atentos. Assim que você chega e escolhe uma mesa eles entregam o cardápio e ainda tiram dúvidas sobre os itens que estão lá.

IMG_2259

Eu tive a impressão do cardápio ser reaproveitado do antigo lugar. Achei ele meio surradinho, com algumas manchas e também não gostei do layout interno, parece que foi digitado as pressas no word. Pelo nível do lugar, poderiam dar uma caprichadinha nessa apresentação.

Agora o principal: preços! 

Achei caro, de verdade. E eu estava torcendo para ser muito delicioso para valer o preço que cobram. No cardápio tem de tudo! Entradas diversas, pratos principais entre massas e carnes, tem sobremesas. uma vasta carta de bebidas – incluindo cervejas artesanais, tem feijoada e fondue no jantar.

IMG_2260

Achei o valor meio salgado para servir uma pessoa e vir sem muita coisa, tendo ainda que pagar pelos acompanhamentos. E não vinha em quantidade absurda, pois dei uma espiada nos pratos alheios hahaahah

A gente pediu duas entradas pois ninguém estava com muita fome. Nosso pedido demorou e a macaxeira veio fria. Confesso que fiquei bem decepcionada pela quantidade. Era gostoso mas nada surreal.

IMG_2264

Essa eram as duas entradas!! Linguiça mineira com macaxeira na manteiga e maçã de peito. Vieram 4 míseros pedaços de linguiça. Eu fiquei olhando esperando vir algo a mais né! Mas foi “tudo isso” e creio que deu quase 100 golpinhos essa brincadeira de entrada. A sorte é que eu não estava com fome hahaha

Eu juro que não sou uma pessoa exigente, mas poxa, se for pra ser algo caro e que demande tempo no trânsito, para mim tem que ser um restaurante que realmente valha a pena! E infelizmente o Topo do Mundo não me surpreendeu. De uma certa forma é o que as pessoas por aqui dizem: caro sem valer a pena.

Eu nem quis pedir prato principal para não ter mais decepção ainda. Então para mim, ir no Topo do Mundo não tem nada de extraordinário e não vale a pena conhecer. #coracaopartido

Para quem não viu, fiz também um post sobre as minhas impressões do Mercado Da Boca, só clicar aqui!

Beeijo!

Rah

Impressões sobre o Mercado da Boca!

Quem é de BH ou está de passagem, com certeza já ouviu falar do mais novo point da região metropolitana da capital mineira: o Mercado da Boca!

a83479b9-0fb8-4c19-b30e-e9c47d532dba

O Mercado da Boca vem com uma proposta muito bacana que é um enorme espaço gastronômico, onde estão os melhores restaurantes de BH num lugar só. É inspirado nos mercados europeus e lá tem de tudo: comida mexicana, havaiana, massas, cervejas artesanais, vinhos, bar de gin, padaria gourmet com pães bem diferentes…

IMG_2005

Fica localizado no Jardim Canadá, em Nova Lima, mais ou menos uns 10 minutos de carro do BH Shopping, ou seja, é longe.

IMG_2007

área externa!

Fui lá semana passada com minhas amigas e resolvi fazer o post sobre esse lugar, até porque é um dos primeiros mercados gastronômicos do Brasil e fica BEM longe. Então é legal ter uma percepção para não dar viagem perdida!

Vamos começar pelo começo! Lá abre por volta do meio-dia e 12:40 já tem fila, então quem for mais tarde tem que estar disposto a ficar pelo menos uns 20 minutos esperando ter lugar para sentar.

O espaço é lindo de viver com entrada franca. Achei o lugar bem fotogênico! Como é em Nova Lima, é interessante levar um casaco, pois a temperatura pode cair bem rápido.

IMG_2006

São dois andares com 30 opções de restaurantes. Tem mesas maiores e mesas menores. Na parte externa tem algumas mesinhas de 4 lugares! E ao redor dos bares tem o balcão em que você pode sentar também.

IMG_2004

Lá não existe a possibilidade de guardar lugar ou reservar mesa, pois o conceito é de mesas compartilhadas. Então se for fazer alguma comemoração por lá ou ir em grande grupo há grandes chances de não sentarem todos na mesma mesa. 

IMG_2014

E como diz a placa, o sistema lá é de auto serviço. Ou seja, não tem garçom para servir e você que vai passeando pelas bancas e escolhe o que comer, daí eles anotam o seu telefone e quando seu prato estiver pronto, você recebe uma mensagem de aviso. E tem pessoas limpando as mesas o tempo todo! O lugar é realmente bem limpo!

Achei isso bem tecnológico, mas no restaurante que escolhi almoçar eles não estavam utilizando esse serviço pois estavam LO TA DOS e não dava tempo da moça do caixa enviar as mensagens por um sistema.. Então todo mundo ficava perto da banca e ouvia seu nome ser chamado.

Mais uma outra inovação tecnológica do local é que a forma de pagamento é através de um cartão pré-pago. 

IMG_2013

Você não precisa de consumação mínima e o cartão custa R$5. Para recargas no cartão, tem umas pessoas que ficam circulando o tempo todo com uma maquininha em que faz seu cadastro e a recarga no valor desejado. Para pagamentos em dinheiro, você se dirige ao caixa. É bem rápido e na primeira recarga eles acrescentam os R$5 do cartão.

Achei isso bem bacana, pois assim você tem uma certa noção do quanto que vai gastar. Mas a parte ruim é que lá eles não dão troco. Em caso de ficar saldo no cartão, você pode usar nas próximas vezes que voltar ao lugar, pois o cartão é seu. Se você zerar o cartão no mesmo dia, pode ir no caixa e pegar os R$5 de volta, sem problema algum.

Esse cartão te dá direito de ir em qualquer restaurante do local e fazer suas compras normalmente. No cupom fiscal vem o saldo que ficou.

Agora vamos falar sobre o mais importante: preços!! Eu achei o lugar extremamente caro, mas caro MESMO. Para ter uma noção, um brigadeiro custa R$5. Percebi que o lugar serve mais para beliscar e tomar cerveja do que ter uma boa refeição. No mexicano, um burrito e uma quesadilla bem servidos  saiu por R$27,  mas em compensação, o meu almoço numa quantidade bem pequena saiu por 45 golpes.

IMG_2015

Paguei 45 golpes e ainda saí com fome

Para refeições achei o preço bem injusto mesmo. Rodei todos os lugares que vendiam comida de verdade e vi 300g de carne por 80 sem acompanhamentos… 

BH é a capital dos bares e tem milhares de restaurantes com preços bem mais acessíveis e com quantidade que vale a pena. Fiquei bem indignada e com a sensação de viagem perdida, sabe? 

Eu entendo que lá tem os melhores restaurantes de BH, mas tive a sensação dos preços serem bem diferentes de suas matrizes. Alguns inclusive sou cliente e achei quase um assalto…

Outra coisa que me chamou atenção foi que em alguns restaurantes as pessoas na cozinha e que manipulavam as comidas não usavam touca!!

Lá você percebe bem a “gourmetização” do público. É um povo extremamente bonito e extremamente arrumado… Arrumado até demais para quem vai num lugar que tem a concepção de mercado! haahha

O estacionamento custa R$15 por 4 horas e tem 500 vagas a céu aberto. O chão todo de brita. A fração não vi placa com preços.

O horário de funcionamento é de: 

  • Quinta, de 17h à 00h
  • Sexta e sábado, de 12h à 00h
  • Domingo, de 12h às 20h

Em linhas gerais não foi o lugar que mais me impressionou. Inclusive eu não indico nem para apenas conhecer devido a distância. A estrutura é linda mas os preços… eu prefiro conhecer as culinárias desses restaurantes no Restaurant Week, onde os preços são bem melhores e ainda conhece a alta gastronomia mineira.

Além do mais, com gasolina a preço do valor do golpe, não vale a pena se deslocar até Nova Lima para apenas petiscar, sendo que BH tem uma malha incrível de restaurantes e bares para todos os gostos, e principalmente, bolsos!

 

Eu realmente tenho minhas dúvidas se esse lugar vai ficar em cena por muito tempo devido aos valores. O que é uma pena, pois a concepção do projeto é muito bacana e muito bem executada!

Espero que tenham gostado!

Beeijo

Rah!

 

Latam vai subir os preços da franquia de bagagem!

Olááá! Para quem acompanhou a série de post falando sobre os preços das franquias das bagagens que as empresas passariam a cobrar para despachar (pode ver clicando aqui, aqui) viu que a maioria das empresas adotaram praticamente o mesmo preço para as mais diversas modalidades de aquisição dessa franquia.

Essa semana a Latam surpreendeu anunciando que aumentaria seus preços para as bagagens despachadas de até 23 kgs. Antigamente era assim:

A partir do dia 29.01 (segunda-feira) os valores serão o seguinte:

No site, central de vendas ou antes do check-in: 1ª bagagem 40,00; 2ª bagagem 60,00 e 3ª bagagem 80,00.

No momento do check-in ou no aeroporto: 1ª bagagem 80,00; 2ª bagagem 110,00 e 3ª bagagem 200,00.

Ou seja, o que foi extinto foram os valores diferenciados durante a compra de passagem e a modalidade antecipada sofreu uma leve redução.

Então quem for viajar de Latam a partir da semana que vem é bom já ficar de olho nas mudanças para não levar susto no aeroporto!

Beeijo

Rah

Poços de Caldas: Cristais São Marcos

Olááá mais um post sobre Poços de Caldas! Eu queria ter passeado mais, porém quando cheguei lá fiquei bem doente e saí bem pouco. Mas mesmo assim não deixei de procurar assunto pra cá pro blog!

IMG_0771

Visitei a fábrica e loja de cristais Murano. Pra quem não conhece, Murano é uma ilha bem próxima de Veneza e super famosa por produzir um dos cristais mais caros do mundo. Não é qualquer cristal que leva a marca Murano, pois ela tem uma técnica específica e tem que ser certificada por eles. Aqui no Brasil eu só conhecia da fábrica em Gramado e fiquei bem surpresa ao ver uma fábrica também em Poços.

Diferentemente da loja de Gramado, a loja de Poços só vende peças de decoração. Em Gramado vende utilitários para casa, semi-joias e também peças de decoração. Ou seja, a loja de Poços os itens são super caros, pra mim vale apenas o passeio, porque comprar… já fica bem complicado hahahaha

Segue abaixo algumas fotos da loja! Ela é linda e dá medo de andar entre as gôndolas e esbarrar em algo!

Primeiramente vamos aos itens com preços acessíveis!

IMG_0772IMG_0773IMG_0774IMG_0775IMG_0776IMG_0794IMG_0795IMG_0799IMG_0793

Agora os itens em que nossa carteira chora! O mais legal da loja que ela é toda coordenada por cores, isso acho o maior charme!

IMG_0777IMG_0778IMG_0779IMG_0780IMG_0781IMG_0782IMG_0783IMG_0784IMG_0785IMG_0786IMG_0787IMG_0788IMG_0789IMG_0790IMG_0796IMG_0798

O mais legal que você pode ver o processo de fabricação das peças, pois tem uma vitrine no meio da loja! Tem também uma visita guiada, mas ela possui um cronograma e normalmente acontece pela manhã, onde os funcionários explicam a técnica e você a produção de uma peça bem na sua frente!

IMG_0802IMG_0803IMG_0801

A loja é pequena em relação a loja de Gramado. Mas o passeio vale super a pena! Tem estacionamento na frente da loja! E ela fica bem ao lado do Shopping de Poços de Caldas!

IMG_0770

Poços de Caldas: Mercado Municipal

Olááá pessoal!!!! Post de hoje sobre as impressões que eu tive ao conhecer o Mercado Municipal de Poços de Caldas (MG)! ❤

Eu não sei vocês, mas quando eu viajo para uma nova cidade eu gosto de fazer alguns programas bem turistão, incluindo visitar o Mercado Municipal local.

Fui para Poços de Caldas passar uns dias e saí de lá completamente apaixonada pela cidade, mesmo percebendo que o custo de vida por lá é um tanto carinho… E num dos passeios pela cidade fui para o mercado municipal, que fica bem no  Centro! O acesso é fácil, pois fica perto de um terminal central de ônibus.

IMG_0718

O que eu achei de lá é o seguinte: tudo muito limpo, bem iluminado e não achei um lugar perigoso. Mas não percebi uma lógica de organização, então tem vendedor de pimenta e logo ao lado um vendedor de frutas. Então eu achei isso meio confuso!

O ponto forte deles, como de toda cidade mineira são os queijos e doces! E você pode sair experimentando tudinho até sair rolando! ahahahahIMG_0729IMG_0728IMG_0727IMG_0726IMG_0725IMG_0722

Os preços achei bem mais caro que no Mercado Central de BH, itens com mais de 4 joesleys de diferença! :O em compensação, os vendedores são bem mais receptivos do que os vendedores de BH.

Para a minha grande surpresa, vi um taanto de tipos de salaminhos. Tinha salaminho com limão, com pimenta malagueta, com pimenta biquinho, o tradicional, tinha de tudo que era jeito e claro, podia experimentar todos! Aqui achei bem mais barato que BH, os salames com preço médio de 8,00!! Em BH acha-se por um preço um pouco mais salgado.

IMG_0719

E também uma variedade enorme de pimentas, cafés e claro, cachaças!

IMG_0720IMG_0721IMG_0723IMG_0724

Os preços das pimentas achei super acessíveis e vem sempre em grande quantidade!

Já o artesanato achei muita coisa barata mesmo, e comparando novamente com BH, super em conta! Cestos bacanérrimos para decoração de banheiro por 10,00! E tinha várias canequinhas esmaltadas que no mercado de BH custam uma fortuna!

IMG_0730IMG_0731IMG_0732IMG_0733IMG_0734IMG_0736IMG_0735

Não vi uma banca que não aceitava cartão de débito/crédito, isso já é um super ponto positivo! O mercado em si é bem pequeno, então dá pra olhar tudo com calma, experimentar as coisas sem pressa! Só que por ali não vai achar grande concorrência em preços!

Mas é um passeio muito legal de fazer e que com certeza você sai carregado de sacola! Amei ❤

 

Beeeijo

Rah

 

 

Destino: Ouro Preto – MG

Quem me conhece já ouviu a seguinte frase dita por mim “devo ter nascido em alguma outra vida em Ouro Preto.” Vocês não tem noção de como eu amo aquela cidade! Ela ter um clima diferente, mesmo com a história sendo preservada, tanta coisa acontece. Ela não para no tempo, sabe como?

Eis que depois de 10 anos e algumas tentativas fracassadas em 2017, consegui voltar a essa cidade linda! Passei um fds lá e foi maravilhoso! Não fui no intuito de fazer um turistão, até porque é preciso de condicionamento físico para tanta ladeira! Então esse post aqui vai ser um resumão do que eu fiz, onde fiquei, onde comer…

Ouro Preto fica perto de BH umas 1:30 de carro, com uma estrada maravilhosa apesar de ser bem sinuosa. Daí você aproveita e fica curtindo o visual. Saímos de BH às 8:30 e antes das 10:00 já estávamos estacionando no Hotel.

A dica preciosa para quem quer ir para Ouro Preto é vá de tênis e olhe a previsão do tempo. Quando é quente faz um calor danado e quando esfria é um frio que trinca!! hahaha E o tênis será seu melhor companheiro, porque é só ladeira de pedra!

O lugar que fiquei foi a Pousada Casa dos Contos, bem no centro de Ouro Preto, coladinha da praça central, ou seja, dava pra ir a pé sem cansar muito em vários pontos da cidade. A diária foi 200,00 mas valeu a pena! Tinha estacionamento dentro, o quarto é bem gostoso e um café da manhã sensacional!

Sobre carro, a cidade não tem muito espaço para eles. Então andar muito vai ser o que mais vai acontecer, pois as ruas são bem estreitas. E para quem decide ir de ônibus, da rodoviária de BH sai praticamente de hora em hora da Pássaro Verde e acho que não passa de 35,00 a passagem!

IMG_1323

Vista do meu quarto, ao fundo o Parque Estadual Itacolomi

O nosso hotel praticamente dividia parede com um restaurante bem famosinho em Ouro Preto, o Conto de Réis. Não fomos nele porque ele é bem carinho!

Assim que fizemos o check-in fomos bater perna, porque eu sou dessas! hahaha E a primeira parada claro que foi a Praça Tiradentes.

 

Foi nela em que a cabeça de Tiradentes foi exposta, inclusive tem o monumento. Quando eu via por fotos, achava que era uma praça enorme, mas na realidade não é. E o melhor, é a partir de lá que você consegue visitar vários lugares a pé, pois tem a Casa dos Contos, a Feira das Pedras, igrejas, museus, restaurantes, cafés, lojas. Enfim, a vida lá acontece nas ruas que saem a partir da praça.

IMG_1305

Ao redor dela tem de tudo, cafés, MUITA joalheria! Fiquei impressionada na quantidade de joalheria que a cidade tem. Eu sei que Ouro Preto tem uma forte veia de extração de minerais (pense numa cidade coalhadinha de pedras preciosas), mas ainda sim me impressionei com a quantidade de joalherias. É uma do lado da outra, sem fim!

IMG_1310IMG_1313

Aproveitamos que estávamos por ali e fomos visitar o Museu da Inconfidência!

IMG_1326

Você paga 10,00 (só aceitam dinheiro) para visitar e não pode fotografar, nem estar com bolsa. E para isso você guarda seus itens num armário e fica com a chave! Pra mim são 10,00 super válidos, porque você gasta pelo menos 1 hora vendo as peças, lendo as plaquinhas. Tem MUITA coisa, inclusive ossos de alguns inconfidentes, além de obras da literatura como por exemplo, Marília de Dirceu (aquilo que a gente aprendia nas aulas de literatura pro vestibular haahah)

IMG_1338

as ruas são todas assim! Essa era uma das mais planas!

Depois de tanto subir ladeira e descer ladeira, fomos almoçar no restaurante Quinto do Ouro, na Conde de Bobadela. Pense num lugar delicioso!! Um buffet para todos os gostos, com muita salada, carnes, arroz integral e claro, comidinha mineira! Super bem decorado e pasmem, 29,90 para comer a vontade, incluindo sobremesa! Só paga de extra as bebidas! Virou meu lugar favorito na Terra hahaha

IMG_0183

Essa pelo menos tinha escada! haahah

A noite fomos jantar numa pizzaria MARAVILHOSA chamada O Passo PizzaJaz. Fica ao lado do Museu Casa dos Contos e tem uma vista maravilhosa! É um restaurante num casarão com vários ambientes, que tem uma varanda mega charmosa e que a noite é iluminada a luz de velas ❤ Na parte interna música jazz ambiente, super agradável! Toda a equipe é maravilhosa! As pizzas grandes variam de 50,00 até 80,00, mas tem opções de 40 e poucos. E sério, pizza super gostosa, leve, saborosa, massa fina, assada no forno de lenha e na pedra. Não vem com litros de óleo! Você sente cada sabor!

IMG_0214

Tem um cardápio bem variado de bebidas e uma vasta carta de vinhos! Claro que fui no vinho porque tava muito frio… hehehehe

IMG_0208

Nota mental: nunca fique bêbado se você pretende voltar a pé pro hotel. Bebida + subir os ladeirões de pedra não é nem um pouco recomendável! hahahaha

No dia seguinte, ficamos só meio dia, pois eu queria ir na Feira do Largo do Coimbra (vai ter post especial para ele), na Casa dos Contos e em uma igreja.

A Casa dos Contos é onde el diñero rolava na cidade! É um passeio muito bacana de fazer por dois motivos: é de graça (muitas atrações são pagas) e tem muito item histórico. Inclusive a Casa possui uma senzala (parte mais pesada do passeio) com itens originais da época. Em toda a Casa pode tirar foto, menos na senzala, pois é patrimônio particular e o dono não autoriza.

(vistas da varanda da Casa dos Contos)

E aí você aproveita que está com essa vista e tira foto bem turistona hahaha

IMG_1414

Sobre o item igrejas preciso detalhar um pouco. Ouro Preto tem MUITA igreja, todo lado tem uma. Umas mais bem cuidadinhas, outras nem tanto. Se for do seu interesse o turismo religioso fique consciente de que você vai andar bastante e se quiser conhecer as que estão abertas para visitação, vai ter que desembolsar uma boa graninha.

Vi o preço de visitação por 10 REAIS!!!! Pedi perdão a Deus, porque não dava não! E só aceitam dinheiro, nada de cartão! E sinceramente achei bem abusivo, porque você não vai passar 1 hora dentro de uma igreja pra eles cobrarem esse tanto. Tem igreja cheinha de ouro? Tem! Mas mesmo assim não vale o preço! Então só fotografei algumas e que não lembro o nome, porque eu o boy nos perdemos no mapa hahaha

IMG_0187IMG_1397IMG_1419

No mais, foi um fds maravilhoso! Cansativo, mas super gostoso! ❤ E se eu pretendo voltar pra OP? É claaaro!! hahaah ❤

Curte a gente na nossa fanpage clicando aqui

Beeeijo

Rah