A psicologia das cores no dia a dia

Há não muito tempo atrás estive conversando com uma psicóloga incrível sobre a influências das cores nas nossas vidas. E nessa conversa ela contou a origem de algumas cores e só isso já me bastou para morrer de curiosidade e pesquisar um pouquinho sobre isso.

E nessas pesquisas achei uns dados bem interessantes, como por exemplo, 84,7% dos consumidores acham que as cores do produto são muito mais importantes que outros fatores.

E pensando sobre isso até que faz sentido! Cresci ouvindo que as cores vermelho e amarelo despertam a fome – por isso essas serem as cores dos grandes fast foods. Eu tenho algumas cores que não consigo usar em peças de roupa, como por exemplo o marrom. É uma cor que pra mim é bem deprimente, mas já sou apaixonada pelo cinza, acho uma cor que remete ao conforto. 

Como bons seres humanos, nossa visão é um dos sentidos mais estimulados e a cor é algo que faz a gente querer algo ou simplesmente ignorar, não importando o modelo, marca, preço… Se nosso cérebro não fitou numa peça de cor que a gente não goste, não adianta, aquela peça vai passar batida!

 

E ultimamente tem virado um boom consultores especialistas em análise cromática, cada dia tem gente produzindo conteúdo muito bacana sobre isso, que fica impossível não olhar ao nosso redor com outros olhos!

Logo, porque não usar as cores ao nosso favor? É tão bom compreender qual cor deixa a gente mais energizada, mais radiante, que passa mais seriedade… Por isso é sempre bom trazer o nosso velho e amado círculo cromático!

psicologia-das-cores-3-768x983

Falar de cor é falar de emoções, pois cada pessoa reage diferente as cores e todas elas criam um impacto diferente no nosso cérebro.

efeito-cores-cerebro

Por isso vou elencar aqui as curiosidades das principais cores:

Azul

  • A cor azul é mais usada nas empresas por ser produtiva e não invasiva.
  • É uma cor que sugere uma sensação de segurança e confiança.
  • Verificou-se que o azul reduz o apetite, portanto, não deve ser utilizado em uma promoção de alimentos.
  • É a cor da harmonia, da fidelidade e da simpatia.
  • É a cor mais fria e está ligada ao conceito de espiritualidade e fantasia.
  • Existem 111 tons de azul.
  • É uma cor primária e, para os pintores, a tonalidade mais valorizada de azul era o “azul ultramar”. Era o mais caro, mas dava aos quadros uma vivacidade excepcional.

Eu amo azul! Sou perdidamente apaixonada por azul marinho, pois acho uma cor tão elegante.  Inclusive tem post falando sobre, só clicar aqui!

Vermelho

  • O vermelho é uma das cores mais utilizadas no marketing: ela se destaca do restante das cores, tem mais poder de convencimento e é usada para atrair a atenção.
  • Aumenta o ritmo cardíaco e cria uma necessidade de urgência, de perigo ou imediatismo.
  • É usado para estimular o apetite e favorecer as compras por impulso.
  • Ela representa o amor, mas também o ódio.
  • É a cor dos reis, da alegria e do perigo.
  • Representa o sangue e a vida.
  • É uma cor dinâmica e sedutora capaz de despertar o nosso lado mais agressivo.

Amo o vermelho! Esmalte vermelho, batom vermelho, vestido vermelho.. Para quem é loira, fica perfeito!

Amarelo

  • Representa otimismo e juventude.
  • Alguns estudos mostram que tons intensos de amarelo provocam choro nos bebês.
  • Para os especialistas em psicologia da cor, o amarelo é uma cor contraditória: representa o bem e o mal, o otimismo e o ciúme, a compreensão e a traição.
  • Ilumina e estimula a criatividade.
  • É uma cor masculina, e na China representava as instituições imperiais.

Verde

  • O verde é a cor do crescimento, da renovação e do renascimento.
  • Ela está associada com a saúde, com a natureza, frescor e paz.
  • Promove a resolução de problemas, traz liberdade, cura e paz.
  • O verde opaco representa o dinheiro, a economia e a burguesia.
  • Existem mais de 100 tons de verde. Os tons intermediários são os mais estimuladores do humor.
  • Ele também representa o amor incipiente.
  • É uma cor que ajuda relaxar; na verdade, é muito útil para pessoas que estão passando por uma depressão.

Pra mim, de todos os verdes, o que eu mais amo é o verde esmeralda! Acho uma cor rica, que dá um up!

Preto

  • A cor preta está associada com a elegância, com o secreto, o mistério e o poder.
  • Gera emoções fortes, é uma cor autoritária.
  • No mundo da moda é considerada elegante e sofisticada.
  • Existem 50 tons de preto.
  • Ele também simboliza o fim de algo, a morte, a perda.
  • Antigamente representava os sacerdotes e atualmente os conservadores.
  • Na física, o preto é a cor que tem a capacidade de absorver 100% da luz incidente e, portanto, não reflete qualquer espectro. Ao longo da história a cor preta era vista como algo associado com o perigo ou a maldade.

Evito ao máximo usar!! Tenho pouquíssimas peças 100% pretas. É uma cor que desperta em mim a sensação de prisão. Quem abre o meu armário vê muitas cores alegres, estampas vivas, tudo ao contrário da sobriedade que o preto traz.

Branco

  • O branco simboliza inocência e pureza.
  • Ele representa o início, a vontade de começar algo novo.
  • Traz amplitude e honestidade para um ambiente, assim como uma sensação de paz, cura e tranquilidade.
  • Está associado com a perfeição.
  • Há 67 tons de branco.

Amo também!!! Mesmo ele aumentando as proporções, é uma cor que me dá vontade de usar todo dia! É um frescor automático! hahaha

Violeta

  • Proporciona calma.
  • Está associado com o feminino, com a magia e a espiritualidade.
  • Há 41 tons de violeta.
  • Se for muito usado gera ambivalência: não é recomendado pintar salas, quartos ou lojas com esta cor.
  • O violeta simboliza o poder, mas também o ambíguo.

Laranja

  • Está associado com o entusiasmo para fazer compras, reflete emoção e cordialidade e incentiva a compra.
  • No entanto, um tom de laranja intenso pode ser associado com a agressividade. Utilize um tom suave, confortável e amigável.
  • Ela está associada com a transformação e o budismo.
  • O laranja não só promove emoções positivas, mas também gera sentimentos de “sabor”.

Rosa

  • Ele simboliza o charme e a cortesia.
  • No marketing está associado com o mundo infantil ou com o romantismo.
  • É o tom da ternura erótica.
  • Simboliza a ternura, o infantil ou o pequeno.

Com rosa sou 8 ou 80. Descobri que o rosa quartzo me dá uma energizada mas sem ficar infantil. E amo um rosa mais forte e uso principalmente quando quero ser vista! hahaha

Marrom

  •  Remete a seriedade, confiança, segurança e natureza.

Eu só gosto de marrom em alguns acessórios e principalmente na maquiagem. Para peças de roupa não gosto mesmo! Me sinto extremamente apagada! Porém nos acessórios, dá uma classe, principalmente naqueles marrons mais escuros, meio caramelo.

Cinza

  • Por ser uma cor neutra, dá destaque as outras cores;
  • Transmite também solidez, modernidade e formalidade;
  • Com outras cores dá sensação de equilíbrio e harmonia.

É uma cor que eu sou apaixonada justamente pela sensação de aconchego. Sempre digo que cinza é uma cor gostosa! hahaha Amo tanto cinza que até post eu fiz, só clicar aqui!

Eu sou completamente apaixonada por cores! E acho que elas refletem bem a nossa personalidade e estado de espírito no dia. A cada dia que leio um pouco mais sobre o assunto, mais vontade eu tenho de fazer minha análise cromática com algum expert no assunto! Preciso saber se minhas intuições e autopercepções estão corretas! hahahaha

Por fim, mas não menos importante, achei esse infográfico muito bacana e ótimo para quem gosta de ter salvo no celular um compilado de informações importantes!

psicologia-das-cores-infogrc3a1fico

Me perdoem pelo post em forma de pergaminho, mas não consegui resumir mais que isso!!! hahahahaha

Espero que tenham gostado do post!

Beeeijo

Rah

 

 

Anúncios

Netflix: Queer Eye

Indicação de uma série apaixonante e ao mesmo tempo emocionante é a indicação do post de hoje!

Houve um período que o Netflix estava ficando bem monótono, onde a gente passava mais tempo procurando algo para assistir do que assistindo algo interessante de fato! Mas eis que minha irmã me indicou essa série e confesso que estou apaixonada!

Queer Eye é um remake do seriado que passava na Bravo no qual homens gays ajudam a transformar um homem hétero a mudar sua vida. São episódios de 50 minutos mais ou menos, totalmente independentes em que conta a vida de algum homem que precisa de uma mãozinha para mudar a sua vida.

Só que ninguém imagina que serão 5 gays que farão isso, né?

queer-eye1

Cada um tem uma função. Um é cabeleireiro, outro é designer, tem o personal stylist, o chef de cozinha e um que para mim mais parece um coach. E eles fazem uma transformação completa!

Os 5 especialistas vão até a casa dos participantes e conhecem suas famílias e estilos de vida. A partir disso, os ajudam a melhorar suas qualidades de vida, mudando desde seus cortes de cabelo até a cor das paredes da sala de estar.

queereye2a

Todos os episódios para mim são emocionantes, pois muito além do visual, eles conseguem atingir o comportamento dos participantes e é impressionante a mudança de auto-estima que eles tem. 

Eles tratam a questão da auto-estima com uma leveza e chega a ser inspirador, pois eles mostram a importância do cuidado com a própria imagem de uma maneira não narcisista e respeitando o estilo pessoal de cada um. É um programa que foge completamente dos padrões de tudo!

Para quem estiver procurando um programa de entretenimento mas ao mesmo tempo inspirador Queer Eye é uma ótima pedida!!!

Espero que tenham gostado da indicação!

Beeeijo

Rah

Corretivo colorido: qual usar em cada caso.

Olá pessoal! Post do dia é para tirar aquela dúvida cruel ao se deparar com tanta cor de corretivo e não imaginar pra qual situação devemos usar!

Antes de tudo, não acho que para quem não é profissional ter que comprar aquelas paletas com várias cores de corretivo. O ideal é identificar a sua necessidade e investir em algum produto de qualidade!

Em casos de corretivo para olheiras, nunca é tarde para lembrar a forma correta de aplicar:

dica-de-maquiagem-viva50-5

Lilás – Neutraliza machas amarronzadas e imperfeições amarelas ou alaranjadas.

Roxo – Cobre os hematomas mais esverdeados

Rosa – Disfarça espinhas inflamadas, manchas amareladas e amarronzadas.

Azul – Neutraliza manchas alaranjadas.

Verde – Disfarça manchas avermelhadas, como espinha, vasinhos, sinais, cicatrizes com esse tom, e nariz de gripe.

Amarelo – Neutraliza manchas arroxeadas de olheiras e pequenos hematomas.

Laranja – Disfarça manchas e olheiras fortes azuladas.

Vermelho – Encobre manchas brancas, como vitiligo, neutraliza manchas esverdeadas, como alguns tipos de olheiras.

Branco – Serve como base para sombras. Ele apaga as manchas escuras das pálpebras e revela com intensidade a cor da sombra a ser utilizada.

Bege – Disfarça manchas de vitiligo.

corretivocoloridocontem1g-comousar

E sempre que você utilizar um corretivo colorido, o ideal é aplicar por cima um outro da cor da sua pele, fazendo assim o igualamento do tom!

O meu pincel favorito para aplicação de corretivo é o da Mariana Saad de topo reto, que inclusive tem resenha aqui no blog (basta clicar aqui)!

Plus: Como saber qual a cor da sua olheira? Passe o corretivo amarelo em toda a região dos olhos. Se o tom resultante for cor de pele, a olheira é lilás ou marrom e o corretivo certo é o amarelo. Se ficar verde, a olheira é azulada e você deve usar o coral para corrigir.

Espero que tenha ajudado! 

Beeeijo

Rah

 

 

 

Maddman: a história de Steve Madden

Mais um post de indicação de documentário no Netflix, principalmente para quem gosta de conhecer um pouco mais sobre a vida de grandes nomes da moda!

Esses dias assisti ao documentário intitulado Maddman: a história de Steve Madden. Que justamente trata sobre a vida de Steve Madden, dono da marca bilionária em seu próprio nome.

O que mais me deu vontade em assistir porque eu me dei conta de que eu não conhecia o Steve Madden. Nunca tinha visto seu rosto e pra ser sincera, mal via algo sobre ele e sobre a marca (que só via em algumas marcações de algumas blogueiras que moram nos EUA).

104b40b08cd1b22875a33832455f8808a4a6af5b

Esse sapato aí é o icônico de sua marca, chamado Mary Lou e todo o documentário fala de como ele começou a sua carreira, como lida com família e empresa, e como aconteceu o boom de sua marca, que atualmente está valendo nada mais nada menos que 2 bilhões de dólares. 

Ao contrário do Manolo (que para ver a resenha sobre, é só clicar aqui), Maddman é totalmente frenético e reflete bem a personalidade dele. Ele fala abertamente sobre o problema com drogas, prisão por fraude e lavagem de dinheiro…

Inclusive esse episódio da vida dele foi transformador! Deu oportunidade de emprego para alguns ex-colegas de prisão e também está a frente de vários projetos sociais e inclusivos para jovens que queiram empreender.

Para mim, Steve Madden é um dos homens mais inteligentes no mundo business. Ele tem uma paixão inesgotável por sapatos mas ao mesmo tempo tem uma incrível visão de mercado, abrindo o capital para a bolsa de valores, além de criar comerciais totalmente diferentes. 

Óbvio que ele tem em suas coleções itens bem diferentões, mas para mim o que marca mesmo são os seus sapatos atemporais. 

madden

E por falar em seus sapatos, o que eu acho um grande paradoxo e quase uma falta de reconhecimento, é que justamente a gente não consegue reconhecer seus sapatos na rua! Um Laboutin e até mesmo um Manolo Blahnik, a gente consegue olhar e reconhecer a marca! Mas isso não acontece com Steve Madden. 

Resolvi olhar o seu site para checar a média de preços dos seus produtos e vi por volta de 50 dólares itens bem bacanas!

Mas de qualquer forma, esse documentário é super interessante de assistir! Super recomendo!!!

Beeeijo

Rah

Azul marinho is the new black

Post de hoje pode ser um pouco dramático e com fundo musical “Meu mundo caiu” depois da seguinte afirmativa: “O preto não é tão básico assim! E pasmem, ele não vai com tudo!”

201301290818415b575617054f9312975b3a47256f2b9d

Confesso que isso me deixou bem encucada por um bom tempo, até porque todo mundo ouve que se tá em dúvida com qual cor combinar, é só colocar o preto que o mistério será resolvido!

Para começo de conversa, o preto nem cor é considerada… ou seja, é uma não cor, é ausência de cores. Logo, não consegue integrar e harmonizar cores mais fortes, alegres, vibrantes…

Pode perceber que quando misturamos cores mais fortes com o preto normalmente a sensação visual é uma divisão na composição, tudo fica mais compartimentado. Parece que a gente não se vê e não é visto por inteiro, com transições suaves. Resultando assim em contrastes altos no look.

mito-do-pretinho-basico-ana-soares-1-750x1123

Exemplo de look com contraste alto

Mas e agora, como combinar cores fortes sem cair no contraste alto?

No famoso  círculo cromático (e tão falado ultimamente no blog!) existem as cores que são chamadas de neutras coloridas que ajudam nas transições coloridas, criando assim uma imagem harmônica e suave.

Os neutros coloridos são o areia, bege, creme, os cinzas, mostarda, vinho, azul marinho, caramelo, marrons, telha, verde musgo, verde militar, uva bem fechado, taupe, petróleo:

neutros-cores-ana-soares-750x240

E porque eu escolhi o azul marinho como a melhor cor que combina com tudo? Primeiramente por ser uma cor que acha mais facilmente nas lojas e que na minha opinião combina com todo tom de pele! E não é a toa que a calça jeans nunca sai de moda e vai com tudo né?

Esses dias mesmo eu comprei uma camiseta básica azul marinho e amei o resultado que ficou em mim! Daí aproveitei pra me inspirar e escrever esse post! ahahaha 

Trago aqui algumas inspirações de como o azul marinho é tão maravilhoso!

calca-de-bandagem-flare-ultima-moda-boca-larga-de-sino-juju-139701-mlb20413321166_092015-f

navy252832529

a4fb0253be

glam4you-nativozza-bynv-look-blog-2

inverno2

look-do-dia-trabalho-chris-castro-calc3a7a-cropped-nude-sueter-azul-marinho-maxicolar-4

com-camisa-branca-e-blazer-azul-marinho-um-estilo-clc3a1ssico-com-listras-ou-poc3a1s-o-estilo-navy

Mas já que o preto é ausência de cor, como devo combiná-lo?! 

Para criar a transição mais leve, é só usar o preto com outras cores neutras (como por exemplo o branco, o cinza…), em tons mais fechados! Assim cria-se um look mais uniforme aos nossos olhos!

Para ajudar nessa jornada com as cores, vou aqui novamente colocar o círculo cromático para que facilite a nossa vida!

cores_circulo_cromatico_analogas_complementares

E pode perceber que no círculo cromático o preto não aparece… heheheeh

Espero que tenha ajudado!!

Beeijo

Rah!

 

 

 

 

Qual a cor de 2018?

Todo ano a Pantone lança qual será a cor dominante do ano seguinte! Ano passado eu fiz um post sobre isso (para saber, só clicar aqui!)

E já virou tradição acompanhar o que será lançado! Ela vira uma espécie de bússola para designers e estilistas montarem as suas coleções.

Para quem não sabe, a Pantone é uma empresa norte-americana conhecida mundialmente por sua organização de um sistema de cores usado em larga escala na indústria gráfica. A paleta definida por ela que serve como base para o uso das cores nas mais diversas aplicações do mercado.

E para 2018, a cor eleita foi a Ultra Violet de código PANTONE 18-3838, que segundo a mesma foi interpretada como uma cor “dramaticamente provocativa e pensativa.”

pantone-color-of-the-year-2018-tools-for-designers-fashion

“Complexa e contemplativa, a Ultra Violet sugere os mistérios do cosmos, a trama do que está por vir e as descobertas para além de onde estamos agora. O vasto e ilimitado céu noturno é símbolo do que é possível e continua a inspirar o desejo de perseguir um mundo além do nosso”.

O tom comunica originalidade, engenhosidade e pensamento visionário que nos aponta para o futuro.

E para dar uma mãozinha, a Pantone lançou 4 paletas que podem harmonizar com o Ultra Violet e elas são:

PALETA 01

des1gn-on-cor-do-ano-2018-pantone-01

PALETA 02

des1gn-on-cor-do-ano-2018-pantone-02

PALETA 03

des1gn-on-cor-do-ano-2018-pantone-03

PALETA 04

des1gn-on-cor-do-ano-2018-pantone-04

Mas caso você queira criar a sua própria paleta de cores ou fazer algo totalmente diferente do que a Pantone elegeu, é só clicar aqui para ler um pouco sobre o círculo cromático!

Beeeijo!

Rah

Netflix: Dries

Ultimamente Netflix tem colocado muita coisa boa no seu catálogo, principalmente para quem gosta do mundo da moda e saber um pouco mais sobre a vida dos designers! E é justamente sobre esse assunto que é o post de hoje!

Para quem não viu minha indicação sobre Manolo Blahnik, é só clicar aqui! E a indicação de hoje é sobre a vida e obra do designer belga Dries Van Noten!

dries-van-noten-01

Todo documentário acontece durante o seu processo de criação de suas coleções, prova de roupa e casting, mostra os desfiles e também pequenas conversas em sua casa. Eu achei um documentário muito agradável de assistir (inclusive achei mais real e interessante do que o documentário do Manolo).

Aqui ele expõe sobre suas inspirações, preocupações e mostra todo o processo de fabricação das roupas, que inclusive é um show a parte ao mostrar como sua empresa é muito maior do que a gente possa imaginar!

Por exemplo, os tecidos são feitos na Itália, o processo de criação é feito na Bélgica, o showroom é na França e os bordados são feitos na Índia.  E claro, suas roupas são vendidas no mundo inteiro, em lojas como Barneys, em Nova Iorque.

De tudo o que foi mostrado só fiquei realmente pensativa sobre a parte dos bordados que são feitos na Índia. A escolha de fazer essa parte mais manual/ artesanal lá deve ser por motivos óbvios de mão-de-obra barata que ele com certeza não achará tão facilmente na Europa. E é justamente isso que me deixou pensativa… Será que há um preço justo nisso?

Ficou bem evidente no documentário qual é a sua marca registrada: cores, bordados, misturas de estampas, mas acima de tudo roupas que são realmente usáveis no dia a dia. Todos os desfiles que foi mostrado na série é quase impossível você não se apaixonar por uma ou duas peças (ou quase todas kkk). E isso que eu achei mais legal dele! Mostrou coleções super atemporais e também contemporâneas! 

dries-van-noten-spring-summer-2016-runway02

E ele não só arrebenta na moda feminina como também tem um trabalho sensacional para o universo masculino! 

2012012f51312fimage2fdries_van_noten_menswear_collection_aw12_10

Então quem está procurando um bom documentário na Netflix é só procurar por Dries que você não vai se arrepender!

Beeeijo

Rah