O que aprendi vivendo com 33 peças de roupa

Desde que eu vi o documentário The Minimalists tive um forte momento de auto percepção que confesso que mudou bastante o meu modo de vida e como encaro gastos. Para quem não viu, fiz aqui um post sobre isso (clica vai!) e foi nesse documentário que conheci o Project 333 (fiz esse post aqui e aqui), que em linhas gerais consiste num desafio de viver com 33 peças de roupas (tem algumas exceções que não entram nas 33 peças) por 3 meses. 

E desde que vi o documentário e procurei saber mais profundamente sobre o Project 333 me senti desafiada a aplicar esse projeto! E para dar um certo grau de dificuldade, resolvi utilizar pra esse projeto roupas que eu não usava muito por N motivos. Escolhi um dia para começar e pronto! Foram 3 meses de MUITO aprendizado!

  1. Comecei a sacar realmente o que cai bem em mim e o que não.

Eu tinha umas peças de roupas que se enquadrava no “talvez”. Talvez um dia eu use, talvez um dia fica bem, talvez combine com algo, talvez eu tenha outra opinião sobre o caimento dela… E o resultado? Depois de 3 meses usando eu doei! Porque simplesmente não me sentia bem dentro dela.

2. Meu tempo de arrumação dura agora no máximo 5 minutos.

Antes eu demorava uma vida pra me arrumar, agora que tenho no meu armário apenas roupas que eu amo, ter que me vestir ficou bem mais prático!

3. Comecei a valorizar qualidade do que quantidade.

E mais, comecei a valorizar a sensação de me sentir bem usando algo. Pode parecer bem bobo, mas muitas vezes a gente compra algo só porque está na moda, sendo que isso não reflete nem um pouco do nosso estilo e isso acaba que deixa a gente se sentindo estranha na própria pele! Quando comecei com esse desafio eu comecei a me perceber mais feliz com umas roupas do que com outras. 

E mais, doei roupas que eram difíceis de usar, por exemplo, botões muito pequenos, caimento estranho, comprimento que me deixava incomodada…Fiz uma senhora de uma limpa no meu armário e hoje em dia só visualizo roupas que combinam entre si, roupas que me deixam satisfeita! 

4. Nosso armário tem infinitas possibilidades, que nem usando as 33 peças pude esgotá-las!

Eu queria ter tido uma melhor administração do meu tempo para mostrar inúmeras possibilidades com as mesmas peças de roupa, mas esses meus 3 meses de desafio foram também meses complicados pra mim, quase não tinha tempo de fotografar algo!

OYWE5274

5. Ninguém presta atenção se você está repetindo roupa ou não.

Mas todo mundo presta atenção se você está mais confiante com aquela roupa! Durante o período do desafio 333 algumas pessoas me perguntavam o que eu tinha feito, porque estava diferente. Acho que isso é “culpa” da redução do tempo em se vestir e de usar aquilo que a gente gosta. A gente fica realmente diferente, começa a focar em outras coisas. 

E se você é cercado por pessoas que notam se você está repetindo roupa ou não, tá na hora de trocar de amizades!

6. Para quem leva o desafio a sério, ele é transformador!

Não é bobagem! Mas eu mudei completamente a minha forma de ir ao shopping! Consigo entrar numa loja e não querer comprar nada pelo simples fato de me sentir satisfeita com o que tenho no armário. Porém, pra gente chegar a esse nível é preciso conhecer o que tem dentro do armário! E a gente só sabe disso quando entramos num processo de auto conhecimento, de organização!

Quando finalizei o desafio foi um mix de sensação. Foi maravilhoso poder vestir algumas roupas de novo, parecia que eu tinha acabado de comprar! E ao mesmo tempo, foi maravilhoso poder doar várias peças, porque eu já não me reconhecia usando-as. Não fazia mais sentido pra mim. E até hoje, quase 2 meses depois de ter finalizado o projeto não comprei quase nada. E eu achava que iria querer comprar todas as roupas do mundo! hahaha

Eu indico pra quem quiser se conhecer melhor fazer esse tipo de experiência! Vale muito a pena!!!

E aqui um resumão do que foi o Project 333 pra mim!

5 e 6a semanasemana 3semanasemana2semana4semanamin

IMG_1482_Fotor_Collage

Beeeijo

Rah

 

 

Anúncios

Dica de adstringente!

Assunto do dia: cuidados com a pele! Quando eu morava em Manaus praticamente não me preocupava com a minha pele, pois como lá o clima é muito quente e úmido, então minha pele nunca demonstrou sinais de que precisava de algo a mais. Ela é considerada normal, pois minha oleosidade é bem de boa mesmo!

Minha preocupação mesmo era quando eu usava maquiagem, que aí eu usava demaquilante e jurava que estava tudo bem! hahaahah Mas aí tudo mudou quando vim morar em Belo Horizonte e foi aí que senti uma diferença (para pior da minha pele).

Para quem não sabe, aqui o clima tende a ser mais seco e no inverno piora… Então minha pele reagiu muito a essa mudança drástica de clima. Ficou muito ressecada, poros mais dilatados e quando fazia maquiagem, nada parecia assentar direito na pele.

Daí passeando pela internet, vi um vídeo da Renata Meins falando sobre a importância de cuidar da pele para que tenhamos um resultado satisfatório na maquiagem. E falou bastante dos cuidados de antes de passar a base, que consiste em: limpeza, tonificação e hidratação da pele. E que esses cuidados devem ser diários, não apenas pra quando for usar maquiagem.

Eu já tinha algumas coisas para pele, mas quase não usava. Para limpeza eu uso o Gel de Limpeza da linha Botanical da Mary Kay, custa 39,90 e rende!! Para hidratação tenho um da Boticário e também da Johnson & Johnson, foi quando eu fui à caça de algum adstringente! 

Fui na Riachuelo, já que agora eles tem um corner super bacana de produtos para rosto, cabelo e corpo pra ver se achava algo com preço interessante! Eis que achei essa maravilhosidade aqui:

IMG_1075

Na própria embalagem já diz a sua função: purifica a pele, retrai os poros e reduz a oleosidade! Esse foi o meu escolhido para passar depois do gel de limpeza! Molho no algodão em disco e um pouco que cai já é ótimo para o rosto todo!

Ele contém esse ácido salicílico concentrado, que quando a gente passa na pele tem a sensação de estar passando um soro bem concentrado, sabe? E por isso deve evitar passar na região dos olhos, pois dá uma sensação de leve ardência!

O bico dele é redondo, daí só virar no algodão que já sai sem nenhum esforço!

IMG_1076

Esse adstringente custou 39,90, vem com 200 ml e rende demais! Fora que quando a gente aplica na pele dá uma sensação muito gostosa de frescor na pele e limpeza! Eu estou amando! ❤

Beeeijo

Rah

Barris de carvalho: Como a madeira contribui no vinho?

Fala meu povo!

To eu aqui, ta tu aí, e ainda nesse clima de final de ano tem dedicatória novamente: o post de hoje vai pro Michel, que atende o pessoal na parte turística da Cave de Pedra, no Vale dos Vinhedos. Sempre discutimos bastante a respeito dos processos enológicos, e hoje vamos abordar um assunto muito questionado pelos turistas: Barris de carvalho!

Como sabemos, existe vinho sendo feito desde a antiguidade (Jesus que o diga), e por esse motivo a bebida carrega consigo características ainda tradicionais, que foram sendo readaptadas com o tempo.

Algumas vezes nos perguntamos o que realmente a madeira tem a contribuir no vinho… É muito comum ainda encontrarmos um público que preze pelo amadeirado, pelo vinho que passou por barricas/pipas de madeira, mesmo sem entender muito bem o motivo delas serem usadas. É pra isso então que estou aqui hoje… dar umas colinhas a respeito de como elas são feitas e responder algumas questões que geralmente são levantadas.

barris de carvalho

Em primeiro lugar: O que é uma barrica de carvalho?

A barrica de carvalho é o recipiente onde o vinho pode – ou não – passar seu último estágio antes da garrafa: o envelhecimento, que chamamos também de afinamento e maturação. Um vinho pode não passar por esse estágio em madeira? Sim, mas isso será definido de acordo com as características moleculares da uva utilizada e do processo de vinificação aplicado. Falamos aqui principalmente de vinhos tintos, mas podemos incluir também vinhos brancos, espumantes, e principalmente os licorosos.

E como esse barril é feito? Como ripas se tornam um barril? Tem parafusos?

Primeiramente o lugar onde as barricas são feitas são chamadas Tanoarias, e a madeira é toda encaixada e presa com os aros metálicos, sem nem mesmo um preguinho. A madeira é aquecida até que se torne maleável, e então disposta no formato de barril. Esse aquecimento pode ser feito com vapor d’água, fogo, água fervente, ou “wet-fire”, onde primeiro mergulham a madeira em água fervendo e depois é usado o fogo. Vou deixar aqui um link pra vocês entenderem como é realizado o processo. Manual em sua essência e muito trabalhoso, mas lindo de ver!

Processo de fabricação de uma barrica – TANOARIA (clica aqui)

tanoaria.jpg

Por que carvalho?

Diversos estudos foram realizados sobre a associação da madeira com o vinho. Antigamente, a barrica era apenas um recipiente usado para armazenamento e transporte, não com o objetivo de “afinamento”, como hoje se enquadra. Diversos tipos de materiais foram testados, como Jequitibá-Rosa, Castanho e Cerejeira. Por sua resistência, impermeabilidade e combinação de sabores e aromas quando somado com o vinho, o carvalho vem sendo usado até hoje no processo de vinificação.

Carvalho francês, carvalho americano… qual a diferença?

Francês – Quercus Petraea e Quercus Robur: Ao serem extraídas de Limousin, Tronçais e de Voges, principais florestas onde encontramos carvalho francês, as madeiras são fendidas – e não serradas. São secas ao ar livre, dando caráter mais próprio e com menor interferência humana. A Quercus Petraeae aporta mais aroma e menos estrutura, e Quercus Robur aporta maior fixação de cor – os famosos polifenóis – e corpo, e menos aromas. Sensorialmente, lembram baunilha, com notas mais macias e adocicadas.

Americano – Quercus Alba (White Oak): A madeira de origem americana possui mais taninos (sim, os carvalhos trazem seus taninos naturais ao vinho), e uma carga maior em óleos essenciais quando comparada à madeira francesa. O sistema de preparo é mecanizado, sendo utilizado laser e serra elétrica, além da secagem ser feita em estufas – um ambiente totalmente controlado. Esse tipo de carvalho aporta mais aroma e menos estrutura. Os aromas e sabores remetem a coco queimado, café e baunilha.

E qual é a função do carvalho?

Gente, isso foi choque até pra mim quando descobri – graças a Vinícius Fornasier, meu professor e maior ídolo enológico da vida: por conta da porosidade da madeira, a função do carvalho é micro-oxigenar o vinho, fazer o que chamamos de afinamento, torná-lo redondo e agradável em boca e nariz. Tirar aos poucos os aromas reduzidos e deixá-los abertos, mas sem excessos – por isso a degustação nessa hora é essencial. Como consequência acontece o aporte de aromas, claro, além da combinação de taninos e polifenóis, que dão essa sensação de maciez e redondeza em um vinho. Quanto melhor o índice de polifenóis totais de um vinho, melhor o resultado da micro-oxigenação. Traduzindo: não adianta colocar um vinho sem potencial (quimicamente falando) ali dentro, porque milagres não vão acontecer – pelo contrário, podem torná-lo um “suco de madeira”.

Tostagem da madeira… o que isso quer dizer?

A tostagem da madeira diz respeito literalmente ao tempo e intensidade que aquele barril “pegou fogo”, hehe. A tostagem é feita com lenha de carvalho, havendo tosta alta, média-alta, baixa… por aí vai. Quanto mais alto o nível de tostagem, mais aromas torrados o vinho vai aportar – como café, por exemplo. Todo extremo não é benéfico, né? Isso se encaixa aqui também. A tostagem mais comum que geralmente encontramos por aí é de média a média-alta.

tostagem madeira.png

Qual deve ser o tamanho de uma barrica?

Isso aí é complicado, cada região tem sua medida, mas costuma-se dizer que em uma barrica cabem 300 garrafas – em outras palavras, 225 litros. Aqui embaixo, coloquei uma tabelinha que encontrei, dizendo os países, as regiões e o tamanho utilizado:

tabela barricas

Quais são as desvantagens do barril?

Como é muito falado, a barrica de carvalho francês custa em torno de 5 mil reais. Sim, uma única barrica que comporta 225 litros custa 5 mil reais. O carvalho americano é um pouco mais barato, mas não fica longe disso. Seu tempo de uso é de aproximadamente 3 anos, e depois de um certo uso ela acaba perdendo a porosidade e sendo mais um foco de contaminação do que um meio de maturação.

A madeira pode passar aspectos negativos ao vinho?

O pior é que sim, e olha… é terrível beber um vinho que exala madeira velha. Se houver contaminação por Brettanomyces, uma levedura muito sacana, o vinho vai trazer aromas de celeiro, couro, lã molhada e suor de cavalo. Caso uma mocinha chamada Acetobacter também te atingir, o álcool presente no vinho começa a se transformar em ácido acético, basicamente tornando o vinho um vinagre. Triste, né? Se não for tomado o cuidado necessário com a limpeza do local, elas se espalham feito pó-de-fada, chega a ser como mágica: você não vê, mas elas estão ali!

acetobacter

No detalhe, uma camada de acetobacter, a mãe do vinagre!

bretta

Camadinha linda de Brettanomyces: bem vinda em algumas cervejas, não no vinho.

Existe outra maneira de amadeirar o vinho?

Existe sim. Os chips são lascas de madeira que as vinícolas podem colocar no tanque de inox, em busca do aporte de sabores e aromas. Os cubos são outra alternativa, porém com menor superfície de contato. Calma o coração, que é permitido por lei. Ao invés do vinho ser colocado na madeira, a madeira é colocada no vinho, simples assim. “Ah, mas ali em cima você falou sobre o afinamento e a micro-oxigenação… e aí?” Gente, a tecnologia é uma mãezona né? Existem micro-oxigenadores de cerâmica que podem ser utilizados, e você pode até mesmo escolher a quantidade de oxigênio liberado. Diferentemente do barril, esse micro-oxigenador portátil tem mínimo de 10 anos de vida útil e MEMÓRIA pra você salvar as medidas utilizadas anteriormente. Sempre, claro, com muita análise sensorial. Agora tudo tranquilo, né?

micro-oxigenador.jpg

Vos apresento: micro-oxigenador para vinho!

E como diferenciar o vinho de barril e o vinho de chip?

Muito difícil pra quem não tem um nariz muito bem treinado… tem quem pegue na taça e diga de cara, o que eu acho um talento absurdo. Geralmente os rótulos informam sobre a presença de madeira, mas nada especificando essa diferença. Mas fica tranquilo que não é o chip ou cubo de carvalho que vai tornar seu vinho de má qualidade… ok?

O que devo esperar quando um vinho é “amadeirado”?

São conhecidos diversos aromas que podem ser descritos como adquiridos em barrica – ou aroma terciários. Alguns deles são coco, mel, cravo, pimenta, tabaco, café, caramelo, tostado, defumado, a famosa baunilha… e por aí vai! Vou colocar aqui de novo a roda de aromas que podem ser encontrados em um vinho, incluindo os amadeirados:

RODA DE AROMAS

MEU DEUS……. hoje deu pra suar na pesquisa, viu? Claro, quando a gente tem professor com o dom da didática na faculdade tem que exaltar o indivíduo né? Mais uma vez obrigada professor Vini por ter me ensinado a respeito do amadurecimento de um vinho da maneira correta, os cadernos foram grandes aliados. E espero que tenha ficado tudo claro a respeito da fabricação e do uso da barrica de carvalho, o que a torna tão famosa, já que esse foi meu objetivo do dia.

Sempre deixo bem claro que qualquer informação adicional ou correção é sempre bem-vinda, já que no mundo do vinho uma porteira que se passa são cem novas que se abrem.

No mais, fico por aqui e vejo vocês logo mais com outros assuntos dionísicos.

Beijo no ❤

Bea

Dica de shampoo mara!

Olá meninas!!! Post de hoje super express mas com dica maravilhosa! 

Quem aqui sempre faz rodízio de shampoo por ter a certeza de que o cabelo enjoa do shampoo de sempre?! Eu sou assim! Sempre que acaba um vidro de shampoo demoro bastante para comprar outro igual, até porque eu gosto de experimentar marcas e acho que o meu cabelo enjoa!

A dica de hoje é para falar do shampoo BaixoPoo com óleo de coco e água de coco da Tresemmé!

IMG_1074

Eu gosto muito de todas as linhas de produto pra cabelo da Tresemmé! Acho que o preço x benefício super vale a pena investir! Nunca experimentei um produto deles e não gostei! Meu cabelo sempre se deu muito bem com os shampoos e cremes de hidratação!

Conheci esse shampoo através da minha sobrinha e fiquei impressionada com a performance dele já no primeiro uso! O cheiro que ele deixa no cabelo é sensacional! E os fios ficaram super comportados, bem alinhados e macios. Só dei uma secadinha rápida com o secador e o resultado ficou parecendo que eu tivesse feito uma super escova no salão.

Comprei nas lojas Rede por 14,99 se não me engano! Mas já vi em outras lojas vendendo um pouco mais barato! 

É importante lembrar que produtos como óleo de coco é tão bom mas tão bom que pra quem vai fazer química como progressivas e luzes o cabelo fica mais resistente, ou seja, as luzes tendem a abrir pro laranja e a progressiva não penetra tanto no cabelo. Então é uma questão de escolha!

Beeeijo

Rah

 

Black Friday na Renner e C&A

Black Friday chegou e a Renner não brincou em serviço!!! Tinha muita coisa bacana remarcada mas tem que ter paciência para literalmente garimpar, porque eles separaram uma área enorme cheia de promo!

Então solta o dedo que separei umas coisinhas bacanas!!

IMG_1113IMG_1114IMG_1115IMG_1116IMG_1117IMG_1118IMG_1119IMG_1120IMG_1121IMG_1122IMG_1123IMG_1124IMG_1125IMG_1126IMG_1127IMG_1128IMG_1129IMG_1130IMG_1131IMG_1132IMG_1133IMG_1139IMG_1140IMG_1141

Black Friday: Vivara!

E continuando com indicações mara de promoções, eis que trago uma seleção linda de produtos da Vivara! ❤ Amo a marca de paixão, tenho vários anéis e sempre estou de olho no site porque sempre tem alguma promoção que normalmente eles não fazem propaganda! 

E esse ano a Vivara tá marcando presença forte na Black Friday! Então prepara o coração, porque tem muita coisa linda! ❤

anel life 2anel life 3anel life 4anel life 6anel life 7anel life 8anel life 9anel life1anellifelife 2life 3

life 4

Minha vida por ele! ❤

life 5

Quero!

lifelife1

Aproveiteeeem que tá demais! É so ir no site deles que acha tudinho! ❤ Vivara é só amor!

Black Friday na Camicado!

Chegou a tão esperada época do ano!!! Eu gosto muito da Black Friday, mas para não cair em cilada sempre compro de lojas que normalmente eu conheço o padrão de preços deles e já fico de olho em alguns itens!

E como aqui eu mostro promoção de verdade, prepara o dedo! Porque eu selecionei MUITA coisa bacana da Camicado! Aproveite e já compra pra presente de Natal!

bandejabandeja2bombonierecopos e potecoposformasinfusoritensjarro e potesjogo de refrescojogo de taças

jogo de vinho

esses bonequinhos serve para marcar a taça de cada um caso esteja bebendo vinho com muita gente!

latalixeiramoedorporta algodaoporta condimentosporta rolhaspotes de vidrotaçatigela

Para achar essas maravilhas é só entrar no site da Camicado, nesse link aqui  que vai direto para as promoções!

Espero que gostem!! E aproveite e curta a nossa fanpage!! 

Blog Que Beleza